Subscribe:

Parceiros

.


quarta-feira, 29 de julho de 2015

Como fazer curvas planas na velocidade máxima

Fazer curvas planas geralmente significa reduzir a velocidade – eis como manter elas no ritmo.



Curvas planas são moleza em baixa velocidade, mas elas podem te jogar fora quando você vem no sarrafo. Siga esse guia para contornar essas curvas e logo você estará embaçando os outros pilotos com a sua poeira.

Defina sua velocidade e trajeto

Aproxime-se da curva com os pedais e o corpo em uma posição neutra sobre a bike. Freie antes da curva para definir sua velocidade e fazer a curva mais aberta o possível, para tornar a curva mais fácil o possível.


Solte os freios e se incline

Quanto mais fechada a curva, mais você precisa se inclinar. Quanto mais rápido você a faz, mais precisa se inclinar.

Deixe o pé que está para o lado de fora da curva para baixo e use o braço que está do lado de dentro da curva para empurrar a bike para baixo.

Não use os freios durante a curva – eles afetam sua aderência e ângulo de inclinação. A não ser por emergência, é claro.

Evite se inclinar do mesmo jeito que a bike, reto, sem se deslocar. Isso faria você ir para o chão muito mais rápido caso perca a aderência.


Mantenha sua posição pelo trajeto

Se você definiu sua velocidade adequadamente e se inclinou o suficiente para fazer a curva, basta ter confiança para fazer a volta toda se mantendo assim.


Lembretes

Se abaixe

Abaixe seu peito em direção ao guidão e mantenha seus cotovelos altos. Dobrar os braços lhe dá espaço para endireitar o seu braço do lado de dentro e inclinar mais a bike.

Pé de fora para baixo

Coloque o pé que estiver para o lado de fora da curva para baixo, abrindo mais espaço entre as pernas, permitindo que você incline mais a bike. Mantenha seu corpo mais vertical o possível. Coloque o máximo de peso possível para baixo através do pedal do lado de fora também.

Incline sua bike

Foque na inclinação da bike abaixo de você. Você precisa inclinar a bike para poder usar os cravos da borda do pneu, enquanto mantém seu corpo ereto para poder aplicar força para baixo e aumentar a tração.

Cabeça erguida

Manter a cabeça erguida vai ajudar a manter o equilíbrio na curva e ainda ajuda a manter o corpo ereto em vez de se inclinar da mesma forma que a bike.

Foto: Steve Behr / Bike Radar
Este artigo foi originalmente publicado na revista Mountain Bike UK.

terça-feira, 28 de julho de 2015

Cinco coisas que você nunca deve fazer antes de pedalar

Quer tirar o máximo de desempenho da sua pedalada? Evite alguns erros comuns


Se você quer se manter junto do grupo de pedal na próxima pedalada longa, você tem que estar preparado. Mas preparação vai além do que você deve fazer – inclui também o que você não deve fazer. Abaixo estão cinco coisas que se você faz, deve parar imediatamente.

Ingerir alimentos com alto teor de gordura e fibras

Seu abastecimento antes do pedal deve ser feito com fontes de energia que sejam digeridas rapidamente. Fibras e gorduras não se encaixam nesse grupo. “Alimentos com muitas fibras, como saladas e alguns vegetais precisam de um bom tempo para serem digeridos, e portanto, ficam um bom tempo no estômago,” diz Barbara Lewin, proprietária do sports-nutritionist.com. A mesma regra vale para alimentos gordurosos. Além de poderem fazer você se sentir mal, alimentos que ficam muito tempo no estômago não dirigem rápido o suficiente para ajudar em qualquer coisa. “Isto significa que a comida não é eficiente em quebrar as moléculas para prover energia aos músculos.” Em vez disso, diz Lewis, opte por carboidratos e proteínas magras.

Tomar muita água

Água é obviamente, indispensável, mas a regra de que tudo tem moderação se aplica a ela. Se você ficou um tempo sem tomar água, beber dois litros de uma vez só para compensar não é uma boa ideia. Seu estômago e seu fígado só podem processar uma determinada quantidade de água por vez. Se você beber demais, ela vai continuar sua jornada no corpo até lhe obrigar a parar para ir no banheiro, cedo e várias vezes. Beber demais pode te causar uma overdose chamada hiponatremia. Embora muito rara, ela pode te trazer enjoo, dor de cabeça e fadiga, cancelando sua pedalada. O ideal é beber lentamente meio litro de água de 1 a 2 horas antes de sua pedalada, dando tempo suficiente para ir ao banheiro antes de você sair. Durante a pedalada, dê uns goles a cada 15 ou 20 minutos.

Sair sem conferir sua bike

Metade do passeio não é tempo nem lugar para descobrir que seus freios estão soltos. Jack Sheehafer, Gerente do Programa de Mulheres para o ciclismo norte-americano alerta para você dar uma breve verificada antes de sair. “Pneu cortado, freios falhando e outros problemas podem te deixar no meio do caminho, fazendo manutenção enquanto você deveria estar pedalando.” Se você vai fazer uma viagem longa de bicicleta, é recomendado verificar a bike com antecedência e constantemente, pois caso haja algum problema haverá tempo de leva-la a um mecânico. E antes de qualquer volta, dê uma olhada nos itens principais. Verifique os pneus, freios e transmissão.

Alongamento

O alongamento em si não é ruim, mas tocar os dedos dos seus pés por dois minutos antes que seus músculos estejam aquecidos não é bom. Há muito debate sobre o assunto, mas os estudos mais recentes indicam que fazer alongamento antes de se exercitar pode diminuir seu desempenho. Comece sua pedalada com 10 minutos de pedal leve para aquecer os músculos. O alongamento tem seu objetivo, mas para aplica-lo você deve esperar até o fim da pedalada. Depois do exercício, o alongamento ajuda a relaxar os músculos e tendões.

Sair sem dizer a ninguém para onde você vai

O que nós imaginamos quando se trata de um tombo de bicicleta geralmente é bem diferente da realidade. Por isso, é bom estar preparado. “Deixe alguém saber onde você está indo e leve informações pessoais consigo”, diz Sheehafer. Você também deve informar quanto tempo vai ficar fora, e é claro, levar um telefone celular. Mesmo que não o use para uma ligação de emergência, ainda dá para colocar umas fotos legais no Instagram.

Por Kelsey Molseed