Subscribe:

Parceiros

.


quinta-feira, 31 de maio de 2012

Rodas 3T Mercurio 60 LTD – Um show!!!


A famosa marca de equipamentos para bikes 3T resolveu entrar no mercado das rodas competitivas. E lançou a 3T Mercurio 60 LTD. Vejam que barato.


A roda tubular possui um aro de 60mm, com 18 furos da roda dianteira e 24 na traseira. O freehub é compativel com Shimano, SRAM e Campagnolo, sem a necessidade de adaptadores.


Ela pesa 1380 gramas o par e está custando 2.400 dólares. Bonita pra caramba não é não???


BikeRadar.com

Vídeo: Como consertar a corrente de sua bike durante uma trilha

Encontramos esse vídeo no site Bike Radar e achamos bastante útil e interessante. Vale apena vocês darem uma olhada e quando preciso for se saírem bem no conserto da Bike:


Uma pequena tradução

Para arrumar a corrente você vai precisar:
  • Um canivete de chaves que possua chave de corrente
  • Um pedaço de raio, ou arame resistente
  • Um PowerLink
Para arrumar a sua corrente, primeiramente retire o elo que foi quebrado, de forma que a corrente fiquem com dois elos “fêmea” seguidos.

Depois use o pedaço de raio dobrado para manter a tensão da corrente. Prenda-o logo acima do local onde a corrente quebrou.

Depois instale o PowerLink. Depois de instalar, segure o freio traseiro e tensione os pedais para dar tração ao power link. E pronto!!!


BikeRadar.com

sexta-feira, 25 de maio de 2012

SRAM divulga imagens de seu novo grupo para MTB: o XX1


A SRAM está divulgando algumas imagens de seu mais novo protótipo. O grupo para MTB XX1, que será o top de linha da marca.


Vamos logo para o que chamou demais a atenção nesse grupo: Ele só vem com uma coroa! Isso mesmo… Uma coroa e 11 catracas. Além de aliviar o peso do grupo, retirando o câmbio dianteiro da bike, o cassete de 11 velocidades vira com um impressionante variação de marchas. A menor catraca será de 11 dentes e a maior de 40 DENTES! (Ainda não confirmado)


Ou seja, o ciclista terá uma relação de 1:1 ou até menor…
Para comportar o cassete mais largo, a SRAM montou o grupo em uma roda Mavic com freehub mais amplo, que aparentemente comportou bem o cassete.


As suspeitas são de que esse grupo será lançado no Crankworx Les 2 Alpes, de 9 a 15 de julho, equipado com passadores Grip Shift. Vamos esperar para ver.


bikerumor.com

quinta-feira, 24 de maio de 2012

Frente parlamentar das ciclovias



Esteve para ser lançada na quinta-feira (24) a Frente Parlamentar em Defesa das Ciclovias, que tem como objetivos debater políticas públicas de mobilidade urbana e atuar pela implantação de ciclovias nas cidades brasileiras. O ato de lançamento será realizado às 9 horas, no Plenário 13. Antes disso, às 8h30, haverá um passeio ciclístico da Catedral até a Câmara.

A iniciativa de criação da frente parlamentar é das deputadas Marina Santanna (PT-GO) e Rebecca Garcia (PP-AM) e dos deputados Márcio Macêdo (PT-SE), Policarpo (PT-DF) e Vicentinho (PT-SP). Rebecca Garcia, que será coordenadora da frente na região Norte, disse que pretende viabilizar propostas alternativas e sustentáveis para aumentar a quantidade de ciclovias, principalmente na Amazônia.

Entre as metas da frente parlamentar estão também a discussão de medidas de integração entre a bicicleta e os modos coletivos de transporte, e o incentivo à adoção de políticas e ações para implementação de infraestrutura do sistema cicloviário brasileiro.

Além de parlamentares que integram a frente, participarão da solenidade de lançamento representantes dos ministérios dos Transportes, da Saúde, do Meio Ambiente e das Cidades; do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran); e das entidades União dos Ciclistas do Brasil Rodas da Paz e Pedal Goiano.

Com informações da Agência Câmara de Notícias

Bicicleta no frio


O frio chegou por aqui. O resultado é que as pessoas ficam encolhidinhas dentro de seus carros e não sentem a menor vontade de sair pedalando pela cidade. Sendo assim pedalamos, digo, preparamos uma lista de vantagens de usar a bicicleta no frio:


  • Pedalar emagrece. Depois de rodízio de sopa, massas, fondue de chocolate e outras delícias, nada melhor que pedalar para queimar as gordurinhas.
  • Pedalar não polui, não emite gases de efeito estufa e não emite ruídos. Pedalar é limpo. Nos dias de inverno com inversão térmica, quando o ar está super carregado de poluentes  e material particulado, você estará contribuindo para tornar o ar mais respirável.
  • Pedalar aquece o corpo, libera endorfina e faz você se sentir mais disposto para o trabalho, espantando aquela preguiça do frio. Palavra de bike anjo.
  • Já falei que pedalar emagrece?
  • Pedalar ajuda a dormir melhor. O exercício aeróbico tem esse poder: ajuda a ter um sono mais reparador e tranquilo.
  • No transporte coletivo você estará mais exposto aos vírus de doenças da estação. Lave bem as mãos e abra as janelas do ônibus. Ou pedale para o trabalho, pois sem confinamento as chances de contágio serão menores.
  • Pedalar ajuda a fazer amigos. Sério, experimente entrar para uma comunidade de ciclistas, pedalantes ou apreciadores e faça da sua rede social uma rede de amigos  que se encontram de verdade, em carne, osso e bicicleta.
  • Você transpira menos no frio, preservando o look arrumado para o trabalho ou estudo.
  • Bicicleta economiza tempo, pois você não se enrosca no engarrafamento e nem tem que ficar procurando vaga pra estacionar. Isso em qualquer estação…
  • Bicicleta poupa o seu rico dinheirinho, pois não precisa queimar combustível fóssil para rodar. Você já se deu conta que um litro de gasolina é muito mais caro que um litro de leite na embalagem, pronto para ir à mesa? Então, vamos lá, tome um leitE quentE, e vá de bike!
  • E, finalmente, para quem ainda não sabe: pedalar emagrece MESMO. Um dos nossos anjos, em dois anos de pedal para o trabalho, emagreceu TRINTA quilos. Sem dieta e sem remédio, só com pedais e força de vontade.
Se esses forem motivos suficientes para começar a pedalar e você ainda não sabe bem o que fazer, preencha nosso formulário na guia “Chame um bike anjo!” que teremos prazer em atendê-lo. Aproveite que a procura é menor no inverno e o atendimento será super rápido.
Fonte: Bike Anjo Curitiba

Copa do Mundo de Cross Country - Rita Dahle e Absalon vencem

Duas vitórias dos gigantes 

 A quarta etapa da Copa do Mundo de Mountain Bike Cross Country, na cidade francesa de La Bresse, esquentou as apostas do mundo inteiro para a conquista do famoso ouro olímpico na categoria. As vitórias de Julien Absalon e Rita Dahle mostraram que o famoso ditado: "Quanto mais velho, melhor"; não dará para encher uma taça de vinho na terra da rainha, mas com certeza uma de champanhe pode rolar. Será?

Começando pela norueguesa, que não tinha uma vitória em World Cup desde 2008, quando teve um bebê. E que conquista, dentro da casa da "temida" e jovem Julie Bresse, que se diz fã de carteirinha da multi campeã. Com mais este lugar especial no pódio, Rita Dahle emplaca 27 vitórias na carreira só em Copas do Mundo. Já o francês, venceu no seu próprio quintal. Isso mesmo, a casa de Julien Absalon fica cerca de 10km do circuito. Será que vai ser assim também em Londres, quando ele venceu a prova teste?

Esta quarta etapa contou com duas ausências especiais: Irina Kalentieva e Nino Schurter; ambos optaram por um treinamento específico para os Jogos Olímpicos.


Disputa Feminina

As mulheres iniciaram a prova num ritmo forte e emocionante. A pequena chuva que caiu na madrugada só fez dificultar ainda mais o circuito que já era mais técnico, proporcionando diversas ultrapassagens por melhores colocações. Quem gostou foi o público presente - mais de 5 mil.

Rita Dahle liderou a prova logo após o "start loop", mas depois da subida, a tcheca Katerina Nash mostrou ter mais fôlego e fez uma ultrapassagem antes do singl track. Julie Bresset ficou na cola, estudando as adversárias e após um descuido, a francesa ultrapassou as líderes no trecho mais técnico, para delírio total do público. Diversas trocas de posições foram proporcionadas até a penúltima volta, quando a francesa sentiu a pressão e abriu espaço para Nash e Dahle.

Na última volta, Nash liderava com uma pequena vantagem de 10 segundos para norueguesa, o que parecia definido o pódio. Mas um descuido, a tcheca caiu duas vezes no trecho de downhill e foi ultrapassada por Dahle. E o que seria impossível, aconteceu.

Com esta 27ª vitória em Copas do Mundo, Rita Dahle-Flesjaa ultrapassou a marca de outra grande campeã, a americana Juliana Furtada.

Disputa Masculina

Julien Absalon pedalou em casa, mais precisamente no seu quintal. Sua prova em La Bresse foi titularizada como: "passeio na velha escola". Mas não foi bem um passeio.

Absalon tentou montar uma corrida inteligente para escapar logo no início da prova, mas Jaroslav Kulhavy e Ralph Naef não deixaram. A corrida ficou voltada para eles três após a terceira volta. No fim da quarta volta, Naef fez um ataque impressionante para a vitória, pegando e passando Absalon. Mas o francês não queria desistir de uma vitória em casa e pressionou o suíço. Jaroslav ficou nos bastidores para entrar em cena a qualquer momento.

E foi no subidão que o tcheco atacou, encostando nos dois. Na quinta e última volta, a briga esquentou com a ultrapassagem de Absalon em cima de Naef, assumindo a liderança com uma certa folga. Jaroslav também ultrapassou o suíço e partiu para o ataque final.

Quando menos esperava, um susto. Absalon sofreu duas quedas e diminuiu a diferença para o atual campeão do mundo. Porém, com toda sua experiência, o francês não deixou escapar a vitória, que foi regada com muito vinho do seu próprio quintal.

Com a terceira colocação, Ralph Naf será o terceiro atleta que reforçará a seleção da Suíça para os Jogos Olímpicos.

Resultados da World Cup MTB 2012

Elite Feminino

1 Gunn-Rita Dahle Flesjaa (Nor) Multivan Merida Biking Team 1:39:57
2 Katerina Nash (Cze) Luna Pro Team 0:00:16
3 Julie Bresset (Fra) BH - SR Suntour - Peisey Vallandry 0:00:55
4 Catharine Pendrel (Can) Luna Pro Team 0:01:12
5 Maja Wloszczowska (Pol) CCC Polkowice 0:02:22
6 Georgia Gould (USA) Luna Pro Team 0:02:46
7 Katrin Leumann (Swi) Ghost Factory Racing Team 0:03:06
8 Annie Last* (GBr) Milka Brentjens MTB Racing Team 0:03:20
9 Emily Batty (Can) Subaru - Trek 0:03:51
10 Sabine Spitz (Ger) Sabine Spitz Haibike Team 0:05:14
Elite Masculino

1 Julien Absalon (Fra) Orbea Racing Team 1:37:33
2 Jaroslav Kulhavy (Cze) Specialized Racing 0:00:07
3 Ralph Naef (Swi) Multivan Merida Biking Team 0:00:40
4 Florian Vogel (Swi) Scott - Swisspower MTB Racing Team 0:01:24
5 Fabian Giger (Swi) Rabobank Giant Offroad Team 0:01:41
6 Christoph Sauser (Swi) Specialized Racing 0:02:08
7 Jean-Christophe Peraud (Fra) 0:02:20
8 Maxime Marotte (Fra) BH - SR Suntour - Peisey Vallandry 0:02:35
9 Max Plaxton (Can) 0:02:51
10 Lukas Flückiger (Swi) Trek World Racing 0:03:20

Pedal.com

Porque somos apaixonados pela bicicleta?

Confiram no Vídeo abaixo um dos muitos motivos que nos levam a amar este esporte que para tantos é uma forma muito prazerosa de lazer e bem estar.

 

Circuito Ceará Adventure de Bike - Fotos e Resultados


Falésias de Beberibe recebeu mais de 200 ciclistas  


O campeonato de montain biking do Norte e Nordeste é um dos melhores daquela região. Começando pela grande estrutura; similar às provas do sul do país, com mais de 60 pessoas envolvidas na organização, como batedores em motos, fiscais em pontos de apoio, equipe médica (duas ambulâncias particulares), suporte técnico, equipe de som etc. Também fazem parte, uma outra equipe e estrutura de assessoria de mídia; cronometragem digital, três fotógrafos, cinegrafistas e imprensa... E querem mais? Helicóptero surpresa em algumas das etapas.

imagem

Manter a satisfação dos pilotos, disciplina na organização e qualidade em todas as etapas são alguns dos ingredientes do diretor e organizador da prova, Marcelo Facó, que ainda é proprietário de loja. Segundo ele, a intenção do campeonato surgiu há cinco anos atrás, quando não tinha algo parecido no Ceará. Neste período, Facó ainda não tinha loja de bicicleta e resolveu arriscar. Ao longo dos anos, a competição foi ganhando forças, novos adeptos e patrocinadores que acreditaram no formato, resultando no sucesso que é hoje - ocasionando, mais tarde, a criação da loja.

Em um formato diferente de corrida em que estamos acostumados a ver regularidade e apenas duplas participantes, cada etapa também recebe um tema diferente, que corresponde a um novo desafio, associado - proposital - ao seu "estilo e ambiente" do local. Esta terceira etapa, por exemplo, Desafio das Falésias, foi na pacata cidade turística de Beberibe (cerca de 80km de Fortaleza); em um dos cenários mais belos do estado.

Para os participantes, pedalar pelos Monumentos Naturais das Falésias de Beberibe é uma sensação indescritível, sem falar do longo trecho de praia: um visual de causar inveja a qualquer um.

imagem


Os diferenciais da competição

Antes de começar a prova, todos os atletas passam pelo portal de identificação, na qual recebem a marcação das placas, planilhas de prova e isotônicos. Neste momento, um fotógrafo registra tudo da dupla que, na conclusão da prova, recebem uma foto impressa e medalhas de participação. Um chuveirão finaliza com frescor a participação dos felizardos.

Como se não bastassem as inúmeras "mordomias", cada dupla vencedora concorre a duas bicicletas Specialized Hardrock por etapa. E no final, se a dupla participou de todas ao longo da temporada, concorre mais duas bicicletas do mesmo modelo na grande festa de encerramento. Querem saber como é esta mega festa? Só no final do ano.
imagem


As disputas

Nem o sol forte e nem a areia fofa atrapalharam o desempenho dos mais de 200 atletas no Desafio das Falésias. A terceira etapa do Circuito Ceará Adventure de Bike 2012 esquentou as disputas pelo título da temporada, que só vai ser definido na última etapa. Além de muita competição, as belas paisagens do litoral cearense proporcionaram uma motivação diferente para os ciclistas.

A prova reuniu trechos de boa velocidade e outros com mais obstáculos, exigindo dos competidores boa técnica e preparo físico. A quilometragem mais baixa (28km para Turismo e 55km para Graduado) em relação à etapa anterior do Circuito não significou vida fácil para os atletas. “A cada etapa tentamos surpreender os inscritos na competição, mas é bom ver que o nível dos atletas também tem crescido. Isso motiva a organização da prova”, destacou Marcelo Facó, idealizador do Circuito.

Na categoria Turismo Masculino, a dupla Endurance III / Los Hermanos teve problema com uma das bicicletas e abandonou a prova. Melhor para a dupla Clean Sound, que chegou na frente. Disputa acirrada mesmo ficou para a categoria Graduado Mista. A dupla Bike Ceará / Endurance chegou em primeiro lugar com apenas 42 segundos de diferença para o Casal Extreme. “O percurso foi meio invertido, se comparado ao Desafio das Falésias das outras edições. Isso aumentou a dificuldade, mas é sempre lindo pedalar na praia”, afirmou Joana Nóbrega, ciclista da dupla Bike Ceará / Endurance.

Entre os ciclistas Masters, destaque para a disputa de terceiro lugar. As duplas Savana Bike Team e Tom & Jerry chegaram tecnicamente juntas e dividiram a posição. O segundo lugar ficou para AC / Bike Ceará e o primeiro para a dupla Elemento X e Macaco Louco.

Este desafio marcou a metade da temporada do Mountain Bike cearense, agora faltam duas etapas Desafio dos Sertões e Bike da Lua Cheia. As datas serão definidas pela organização e serão divulgadas no site oficial.
imagem


Resultados Oficiais

Turismo Masculino

1º Clean Sound – 1h25min47seg
2º Trilha Nativa – 1h31min52seg
3º Bike Ceará – 1h32min12seg
Turismo Mista

1º Aos Trancos e Barrancos – 1h42min15seg
2º Mateus e Aninha – 1h46min39seg
3º Bike Endurance – 2h58min31seg
Graduado Masculino

1º Bruttus /Roda Presa – 3h03min56seg
2º Severos – 3h07min27seg
3º Equipe Roma – 3h10min00seg
Graduado Mista

1º Endurance Bike Ceará – 3h24min06seg
2º Casal Extreme – 3h24min48seg
3º Zona Alvo / Ciclone / M&M – 3h45min23seg
Graduado Master

1º Elemento X e Macaco Louco – 3h17min48seg
2º AC / Bike Ceará – 3h18min28seg
3º Savana Bike Team – 3h23min35seg
Tom e Jerry – 3h23min35seg
SERVIÇO

Circuito Ceará Adventure de Bike 2012
3ª Etapa – Desafio das Falésias - Beberibe
Informações: http://www.bikeceara.com.br

Pedal.com

Equipe unida é assim!


Forró da Bicicleta

O São João está chegando e o Ciclo Mania não vai ficar de fora da festa.

 Trazemos o Forró da Bicicleta com o Trio Virgulino pra gente ir se preparando para mais uma Festa Junina, e desta vez a dança vai ser montado!

Letra e Vídeo:  Forró da Bicicleta - Trio Virgulino

Chegando em Itaúnas
Fico muito contente
Quando eu vejo muita gente
Querendo forrozear (bis)

Deu meia-noite
Tudo fica diferente
Tem nego trincando os dentes
E outros doido a pedalar (bis)

E ue vou viajar
Tu não vai (bis)

E eu vou viajar

Se tu quer ir pra lá
Eu vou te ensinar
É só pegar a bicicleta
E começar a pedalar

quarta-feira, 23 de maio de 2012

1º Forró Bike Tô nem aí!


Vem ai 1º Forró Bike to Nem ai.

Dia 03/06/2012  

EM JUNHO - 1° FORRÓ BIKE TÔ NEM AI!! O PEDAL QUE VAI TERMINAR EM MUITO FORRÓ. SÓ 200 INSCRIÇÕES. 

1° FORRÓ BIKE TÔ NEM AI!! AGUARDEM!!!
 EM BREVE CONTATOS PARA REALIZAR INSCRIÇÕES VIA DEPOSITOS BANCARIOS E TELEFONES PARA INFORMAÇÕES.

VALOR DE R$ 50,00 quem tiver interesse de divulgar sua marca no evento no bloog e nas camisas do evento favor iniciar os contatos com urgência, lembrando que alguns empresários e Marcas como Café Santa Clara, Avon e outros já garantiram seu espaço.

Olimpíadas 2012 - Rubens Donizete é o nosso representante no MTB

Atleta chegou na segunda colocação na Taça Brasil

 Oficialmente, a UCI vai divulgar hoje, a lista dos países que classificaram para as Olimpíadas de Londres. O Brasil conquistou a vaga, mas temos que esperar essa nota oficial. Em breve, o Pedal também apresentará um especial sobre esta conquista.

Definição da vaga olímpica - Taça Brasil de Mountain Bike XCO Rubens Donizette é o nosso atleta em Londres

 O atleta mineiro Rubens Donizete, da categoria Super Elite masculino, conquistou uma vaga nas Olimpíadas de Londres 2012 ao chegar em 2º lugar na 4ª etapa da Taça Brasil de Mountain Bike Cross Contry de Circuito (XCO), ocorrida no último domingo (20) em Rio das Ostras, Região dos Lagos do estado do Rio de Janeiro. A única vaga disponível foi disputada por pouco mais de 200 ciclistas e teve batalha acirrada entre Donizete e o vencedor da prova, Henrique Avancine.

O mineiro levou a melhor devido aos resultados em etapas anteriores.

imagem
Rubens Donizete comemora uma vitória (Foto: Aldía / Divulgação)

"Foi uma prova muito difícil e precisei dar o máximo para terminar. Agora vou focar meu treinamento pensando nos Jogos Olímpicos de Londres", disse Rubens Donizete à assessoria de imprensa da prefeitura de Rio das Ostras.

Quem também ficou muito feliz foi o prefeito local, Carlos Augusto, que considerou que a escolha do competidor olímpico em solo rio ostrense tenha sido um prêmio pelo alto investimento da cidade nos esportes. "É uma honra para o município promover o evento que revelou nosso representante olímpico na modalidade. Estamos incentivando o esporte, o turismo e ainda o promovendo a cidade no cenário internacional", comemorou.
Resultados da Taça Brasil de MTB XCO - Rio das Ostras

1º Henrique Avancini
2º Rubens Donizete
3º Sherman Trezza de Paiva
4º Frederico Mariano
5º Edivando de Souza Cruz


Pedal.com

Projeto REALIZANDO UM SONHO do Ciclista Maciel Pinheiro



Em busca de realizar um sonho, o Ciclista Maciel Pinheiro elaborou o seguinte projeto: Pedalar cerca de 7.000 quilômetros pelo Brasil passando por mais de 10 estados saindo dia 12 de Junho de 2012. O objetivo é conseguir atenção dos apresentadores Luciano Hulk ou Gugu Liberato e consequentemente participar de seus respectivos programas para realizar o sonho de reformar a casa onde vive com sua esposa e 4 filhos.
Trajeto que o guerreiro Maciel vai pedalar!
Maciel é um rapaz humilde, trabalhador, admirador de esportes radicais e esportes sobre rodas. Atua como DJ onde é conhecido por "Dj Squash" e já ganhou competições de Djs a nível estadual, comprovando que é bom nessa área, talentoso! Praticou Skateboard por um bom tempo e é um grande admirador das modalidades de Ciclismo entre elas o DH (Downhill) e o Ciclismo de Estrada (Speed). Organizou o "Santa Cruz é Downhill" que foi a primeira competição da modalidade em Santa Cruz do Capibaribe, ocorrida em Dezembro de 2011 que teve grande presença de público e competidores de todo o Nordeste. Participou de algumas competições de Ciclismo (Speed) na região onde mostrou grande desempenho nas categorias de base (Estreantes/Amadores). Sempre que pode, está treinando com os colegas do Ciclismo e a partir do dia 12 de Junho vai encarar o desafio do Projeto REALIZANDO UM SONHO!

Maciel Pinheiro
A turma de Speed de Santa Cruz do Capibaribe vai estar torcendo pela realização do sonho do guerreiro Maciel "Squash". Iremos acompanhar Maciel até Toritama e se possível até Caruaru, transmitindo energia, alegria e embalando ele para a busca desse sonho.
Que Deus lhe abençoe nessa jornada amigo Ciclista.

O uniforme do guerreiro!

Fonte: ciclismoscc.blogspot.com.br

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Copa Nordeste de Downhill - Helmet cam da pista

Caruraru no sertão nordestino recebe a 3ª etapa

A Copa Nordeste de Downhill chegou neste final de semana em Caruaru, no sertão de Pernambuco, em sua terceira etapa. O evento coincide com os festejos do aniversário da cidade, o que conseguiu atrair muitos turistas. Confira a helmet cam da pista feita pela equipe do Pedal.

Confiram os resultados completos:

Elite
1 Janison Junior - Pernambuco 01:21:13
2 Gilson "Bob" - Alagoas 01:21:69
3 Gustavo de Souza - Paraíba 01:27:02
4 Hugo Leonardo - Paraíba 01:27:38
5 Eduardo Galvão - 01:28:31
6 Péricles Maia - Bahia 01:31:31
7 Rafael Barboza - Paraíba 01:31:50
8 Jhonatan Dellezotti - Bahia 01:38:14

Sub 30
1 César Araujo - Paraíba 01:26:14
2 Ricardo Gonçalves - Paraíba 01:31:26
3 Alisson Farias - Alagoas 01:32:88
4 Jefferson Leitão - Pernambuco 01:41:32
5 Sivaldo Andrade - Paraíba 01:51:26
6 Petrúcio Pimentel - Alagoas 02:11:01
7 Gabriel Oliveira - Pernambuco 02:16:26
8 Eduardo Colatino - Alagoas 02:24:65

Master
1 Ivo Barreto Neto - Pernambuco 01:28:95
2 Jaílson Costa - Pernambuco 01:29:94
3 Leonardo Fabre - Alagoas 01:30:01
4 Giuliano Cavalcante - Pernambuco 01:32:40
5 Cléber José Pernambuco 01:39:13
6 Sidney Alves - Paraíba 01:41:38
7 José do Cabo - Pernambuco 01:50:14
8 Charles Andrade - Paraíba 01:51:87
9 Wamberto Mello - Penambuco 01:54:38

Junior
1 Emerson Filho - Pernambuc 01:29:69
2 Bruno Enrrique - Pernambuco 01:30:69
3 Leonizio Neto - Pernambuco 01:32:46
4 Túlio Amorim - Pernambuco 01:32:62
5 Héricles Neres - Bahia 01:33:13
6 Wendel Vitor - Pernambuco 01:35:76
7 Fábio José - Paraíba 01:36:66

Hardtail
1 Bruno Rodrigues - Paraíba 01:31:63
2 Renan Ferreira - Pernambuco 01:41:01
3 Claudio Alves - Paraíba 01:41:82
4 Sebastian Silva - Paraíba 01:50:14

Iniciante
1 Lucas Gomes - Pernambuco 01:41:38
2 Edvaldo Araújo - Paraíba 01:47:87
3 Paulo Rodrigues - Alagoas 01:40:41
4 Mike Soares - Pernambuco 01:49:96
5 José Thiago - Alagoas 01:50:07
6 Francisco de Assis - Paraíba 01:54:23
7 Matheus Martins - Paraíba 02:02:93
8 Edjonas Florencio - Pernambuco 02:05:12
9 Davidson dos Santos - Alagoas 02:07:57
10 Renan Batista - Paraíba 02:09:81
11 Bruno Leonardo - Pernambuco 02:19:77
12 José Douglas - Pernambuco 02:22:12
13 Fágner Severino - Pernambuco 02:22:55
14 Fransley Vieira - Bahia 02:57:06
15 Michel Morais - Alagoas 03:00:68

O evento teve o apoio de: Da Bomb, MOB, Copmaq, Liberato Bicicletas, Bike 10 e Núcleo digital e cobertura do Pedal.com.br.

Pedal.com

Brasil Cycle Fair: feira tem pacotes de viagem especiais para visitantes


Os visitantes da Brasil Cycle Fair 2012 terão um benefício exclusivo para participar da feira de negócios. Em uma parceria inédita, a organização do evento firmou um contrato com a operadora de viagens Must Tour, que desenvolveu pacotes especificamente para expositores e visitantes.

Por meio desta parceria, quem for a São Paulo para o evento poderá dividir a viagem (aérea ou rodoviária) e a hospedagem em até 10X sem juros. A Brasil Cycle Fair traz ainda outra vantagem: a Must Tour possui um programa de bloqueio de apartamentos que consiste na pré-reserva de acomodações para atender aos lojistas e fornecedores da feira de negócios, garantindo quartos aos visitantes e expositores.             

“Além dos pacotes exclusivos que desenvolvemos para a feira, somos bastante flexíveis. Existe a possibilidade de fazer pacotes personalizados, de acordo com a preferência do cliente, inclusive com serviço de transfer do aeroporto para o hotel”, disse Marcia Souza, supervisora da operadora de viagens.             

Para mais informações, entre no site musttour.com.br ou envie email para musttour@musttour.com.br.

A feira - A Brasil Cycle Fair é uma feira de negócios direcionada aos lojistas e acontecerá entre os dias 14 e 16 de outubro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo - SP. Ela é idealizada e organizada pela Aliança Bike, com apoio da Abradibi (Associação Brasileira dos Fabricantes, Distribuidores e Exportadores e Importadores de Bicicletas, Peças e Acessórios) e promovida pela Promovisão.

O site oficial do evento é o www.brasilcyclefair.com.br.

A Aliança Bike é uma entidade que trabalha para o crescimento do mercado e tem como objetivo construir uma voz única e representativa, atuando como um agente de desenvolvimento para o crescimento sustentável do uso de bicicletas.

Faltam equipamentos públicos para os ciclistas de velocidade


Depois de assumir uma nova postura, mais calma, paciente e “slow bike”, nos meus deslocamentos pela cidade, resolvi falar agora sobre um outro lado mais agressivo, por assim dizer, ligado a velocidade e esforços máximos sobre duas rodas. Adrenalina, diversão, superação e prazer
.
A velocidade máxima chegou a passar dos 80km/h.   Foto: Tag and Juice/Divulgação   

Além dos deslocamentos urbanos, existem várias outras modalidades de uso da bicicleta. Enquanto alguns preferem pedais mais longos, audax, cicloviagens, trilhas, escadarias e manobras, outros são adeptos do pedal mais rápido e “performance”. Superar limites é a paixão que move muita gente e todos os usos possíveis da bicicleta são plenamente legítimos e igualmente apaixonantes.

Falo isso por que participei recentemente de uma mini-competição de corrida sobre “rolo” – instrumento feito para o ciclista pedalar sem sair do lugar. É muito legal pedalar rápido. E esse tipo de experiência sempre me faz refletir sobre a necessidade de termos equipamentos públicos disponíveis para as pessoas exercitarem suas vontades de correr, pular, fazer pirueta e extravasar toda a adrenalina dentro de si. O evento foi organizado pela loja Tag and Juice, que fica na Vila Madalena, e reuniu dezenas de pessoas que queriam testar seus limites.

Eu concentrada ao lado da minha adversária, Juliana.
 Foto Ana Paula Leonc
 
Não é a toa que, principalmente aos finais de semana, as ciclofaixas de lazer, parques e vias exclusivas para a bicicleta ficam abarrotadas de ciclistas em busca de treino e velocidade. Mas por serem locais que recebem um público cada vez maior de iniciantes, crianças e pessoas de todas as idades, fica difícil aceitar e estimular altas velocidades nesses lugares.

Opções

Velódromo de Caieiras/SP
A ciclovia que beira a Marginal do Rio Pinheiros - por ter poucos acessos de entrada e saída que viabilizariam seu uso eficiente para o transporte – é atualmente muito utilizada pelas pessoas que treinam ciclismo, pedalam forte, com médias altíssimas de velocidade.

Outra opção utilizada são as rodovias, para pedalar nos acostamentos, mesmo sabendo que o poder público desconsidera oficialmente a presença dos ciclistas (inclusive de moradores das cidades próximas), fechando os olhos e se omitindo de garantir a nossa segurança (por vezes até proibindo nossa presença) em um espaço onde temos direito legal de circular, seja a lazer ou por necessidade de deslocamento.

USP

A Universidade de São Paulo recebe diariamente pelotões de ciclistas que usam as ruas do Campus para treinar, mas por se tratar de um ambiente de circulação intensa de pessoas, vez ou outra os ciclistas são recebidos com tachinhas no chão para sabotar a prática. Um conflito desnecessário, que mostra a intolerância e falta de respeito de todos.

Por outro lado, em 1975 foi construído nas dependências da Cidade Universitária um velódromo para receber as competições de ciclismo no Pan-Americano de São Paulo – antes dos jogos serem transferidos para a Cidade do México.

O velódromo é uma espécie de autódromo de ciclistas, um local fechado, com percurso oval delimitado e sem circulação de pedestres. Mas o da USP está fechado desde o final dos anos 80. A administração e a cidade abandonaram um dos equipamentos públicos mais eficientes para dar vazão à parte mais “agressiva” do ciclismo de velocidade.

No Brasil, existem atualmente poucos velódromos disponíveis, como os de Caieiras/SP, Rio de Janeiro/RJ e Curitiba/PR. Mas, de acordo com relatos de usuários, dentre estes três apenas o do Rio é bem feito, bem conservado, bem frequentado e um exemplo de investimento de qualidade no ciclismo.

Segundo uma matéria da Folha de São Paulo, publicada em agosto de 2011, “o diretor do Cepeusp (Centro de Práticas Esportivas da USP), Carlos Bezerra de Albuquerque, diz que está aberto para que os ciclistas façam propostas para o uso do espaço. Dessa forma, seria possível tentar verbas no Ministério dos Esportes ou com a iniciativa privada. Quanto a verbas próprias da universidade para a reforma, o diretor afirma que a instituição não colocou o velódromo como prioridade, mas que já existe um plano diretor com projeto para reforma do espaço”.

Leia mais: E o velódromo da USP

Caieiras

A pista de Caieiras fica a 40 km de São Paulo e conheço muita gente que vai até lá para soltar os freios e pedalar muito forte. É o caso dos adeptos das fixed gears - “roda fixa” – bicicletas simplistas e sem marcha muito utilizadas em competições de velocidade em outros países, que ganhou as ruas das cidades graças à sua baixa manutenção, beleza e conexão completa com o corpo. Entenda melhor o funcionamento dessas bicicletas.
Veja nesse vídeo do André Seitsugo como a galera do Clube de Ciclismo da Ciclo Vila se diverte pedalando no velódromo de Caieiras. Eu já experimentei e recomendo, é uma experiência transcendental e inesquecível!

Ciclovia no autódromo


Projeto do Autódromo. Imagem: Divulgação
O Autódromo de Interlagos, em São Paulo, passará por uma reforma estrutural com previsão de entrega em 2013. E a novidade é que está sendo planejada uma ciclovia que contornará toda a área, chegando a ter inclusive um acesso à Represa do Guarapiranga.
Segundo reportagem da Folha de São Paulo, o projeto completo para o autódromo conta, ainda, com área de parque, pista de skate, quadras e um Museu do Automóvel (e por que não fazer também um museu do ciclismo?)
Se concluída, essa área de ciclovia será outra ótima opção para os ciclistas que gostam de treinar forte, profissionalmente ou não. Inclusive a Ciclovia Rio Pinheiros chega bem perto do Autódromo, dá até pra ouvir o barulho dos motores rasgando o silêncio e abafando o som dos pássaros que sobraram perto do Rio.

Ciclismo também é esporte!

Ciclistas também se divertem, correm, competem, têm ídolos e movimentam um mercado consistente. Uma pena o Brasil não dar valor às modalidades esportivas menos “cobiçadas”, principalmente quando elas têm um potencial revolucionário de transformar nossas cidades. E até pessoas.

Enquanto isso, ficamos discutindo monotematicamente na frente da TV os gols do Neymar, assistindo de camarote a violência das torcidas organizadas e sendo cúmplices de transações obscuras e bilionárias para tudo que ronda o mundo da bola.

É mais ou menos o que fazemos ao assumir que todo brasileiro é apaixonado por carro: limitamos as escolhas, desrespeitamos as pessoas.


Vá de Bike - Aline Cavalcante

Única Specialized McLaren à venda no Brasil


O único exemplar faturado para venda no Brasil está na Concept Store Elite Bike, em Campinas (SP). O modelo criado em parceria com a escuderia britânica McLaren é feito de um tipo especial de fibra de carbono e pesa 6,3kg. A bike é equipada com o grupo Dura-Ace eletrônico, rodas Zipp tubulares com aros de carbono.


Specialized McLaren no Brasil

“A parceria entre a McLaren e a Specialized se formou principalmente para que a Specialized tivesse acesso a esse tipo de fibra de carbono que é exclusivamente utilizada nos carros da Fórmula 1″, explica Marcos Castro, proprietário da loja.

O preço? É melhor telefonar e fazer contato direito com Marcos pelos telefones (19) 3251-1670 e (19) 7806-4560
Site da loja www.elitebike.com.br

Proteção lateral em caminhões pode ajudar a evitar mortes de ciclistas e pedestres


Geralmente em casos de atropelamentos feitos por caminhões, ciclistas e pedestres são pegos lateralmente e depois rolam para debaixo das rodas do veículo. Vejam essa proteção que pode evitar esses tristes fatos.


Uma luta está sendo travada por uma mãe que perdeu sua filha atropelada. A senhora canadense está lutando para convencer as autoridades locais de exigir que os ônibus e caminhões utilizem essa proteção.

Ela já conseguiu que em algumas cidades essas proteções sejam obrigatórias.


Em alguns países da Europa esse equipamento é obrigatório a mais de 20 anos. E foi comprovado que ele realmente evita as mortes das pessoas.


VadeBike

Tour da Califórnia: Final – ETAPAS 6 , 7 E FINAL!!!

Aqui vai o resumo das três últimas etapas.

6ª Etapa

Foi a primeira etapa de alta montanha do Tour. O ciclista Sylvain Georges (AG2R La Mondiale) atacou a fuga que estava faltando ainda 50km de prova e não foi mais alcançado.
David Zabriskie conseguiu se manter na liderança geral

Vídeo



7ªEtapa

Nessa etapa quem levou a melhor foi Robert Gesink da Rabobank. O ciclista que quebrou seu fêmur ano passado mostrou que está em excelente forma novamente. O cara imprimiu um ritmo muito forte na última subida do dia e ninguém conseguiu acompanha-lo.
Com esse resultado ele foi consagrado o vencedor do Tour da Califórnia. Essa etapa está sem vídeo no YouTube… Se alguém tiver, me passa!!! Valeu


Final

A final foi um circuito praticamente plano, na cidade de Los Angeles. A prova inteira teve 72km e foi vencida por Peter Sagan (Liquigas) que venceu cinco das oito etapas do Tour da Califórnia.


Vídeo


 PraQuemPedala

sábado, 19 de maio de 2012

Pedalada do Prazer

Hoje fizemos um pedal bem descontraído onde o principal motivo, foi incentivar os amigos que sempre  sentiram vontade de pedalar e não tinham coragem.

Juntamos a galera e fomos a vila do Algodão sem pressa e sem hora pra voltar. E o bom foi que toda turma amou o passei e já estão organizando outros pelos arredores de nossa cidade.

Vejam abaixo alumas fotos tiradas por Alex Rocha e Fabiana Souza, que juntos conosco, começou o dia de uma forma sadia e prazerosa.














Abraços e todos que participaram e na próxima viagem, juntaremos mais amigos para que cada vez mais, a turma sinta esse prazer de conhecer nossa região, fazer um bom exercício e conhecer novas pessoas. Pois esta é a ideia dos que pedalam para descontrair e passar o tempo com mais prazer!

Formaram a equipe:
Melk Leão (eu ), Rubiana, Marcos Tetel, Marcos Piu, Guilherme, Lucimário, Alex Rocha, Vicente Viana, Irene, Fabiana Souza e Lula Pereira que chegou depois, mas não deixou de marcar sua presença.

Ah, ia esquecendo, você que não pôde ou não quis ir por preguiça ou algum fato que proibiu sua ida, não fique triste não, na próxima contaremos com você também!

Até Lá e visitem sempre nosso Blog, que estaremos divulgando os passeios e trazendo todas as informações do mundo da bike.

sexta-feira, 18 de maio de 2012

Capacete dobrável fica mais fácil de guardar



Pedalar ou não de capacete é sempre uma polêmica por aqui. Algumas pessoas são a favor, outras afirmam que o uso do capacete não impede lesões mais graves em caso de atropelamento e não cuida da raiz do problema, que seria a agressividade no trânsito.

Polêmicas à parte, vimos no Gizmodo um capacete muito interessante para quem pedala na cidade e não tem um lugar adequado para guardar o equipamento quando não está pedalando.

O capacete dobrável criado pelo estúdio francês Agence 360 fica com um terço do tamanho original quando dobrado e pode caber em qualquer mochila ou até em um bolso mais largo de bermuda, por exemplo.

E qual é nossa posição nessa polêmica do capacete? Toda e qualquer proteção é válida, mas como o capacete não é obrigatório pelo Código Nacional de Trânsito, o Eu Vou de Bike apenas recomenda que cada um pedale da maneira que achar mais responsável, sempre de olho na sua própria segurança e na dos outros a sua volta. Nós não entramos na discussão, mas também não saímos para pedalar sem capacete… :)

Nova Caloi de Pista

Desenvolvido pela equipe de engenharia e design da Caloi para a Equipe de Ciclismo de Pista, o quadro e o garfo de carbono possuem tecnologia de ponta, com geometria específica para a modalidade e ainda conta um design totalmente inovador, atraente e com capacidade de gerar grandes desempenhos durante as competições.



Tour da Califórnia: Etapa 5 – Vitória do Capitão América


 Finalmente tivemos uma etapa do Tour da Califórnia que Peter Sagan não ganhou! Hoje a vitória foi de David Zabriskie, o “Capitão América”.

Hoje tivemos uma Contra-Relógio Individual de 29,7km na famosa cidade de Bakersfield. David Zabriskie (Garmin-Barracuda), que é o atual campeão americano de Contra-Relógio e usa o uniforme de Capitão América (que é muito show… Diga-se de passagem), venceu com folga a etapa.



Ele fez jus ao uniforme, colocou 23 segundos de vantagem sobre o segundo melhor do dia, o veterano Jens Voigt (Radio Shack-Nissan).

Peter Sagan (Liquigas) que era o lider geral até hoje perdeu o posto para Zabriskie. Ele chegou mais de três minutos depois do líder do dia.

Vídeo


Resultado
1 David Zabriskie (USA) Garmin – Barracuda 0:35:59
2 Jens Voigt (Ger) RadioShack-Nissan 0:00:23
3 Tejay Van Garderen (USA) BMC Racing Team 0:00:34
4 Robert Gesink (Ned) Rabobank Cycling Team 0:00:39
5 Andrew Talansky (USA) Garmin – Barracuda 0:00:48
6 Peter Velits (Svk) Omega Pharma-Quickstep 0:00:49
7 Maarten Tjallingii (Ned) Rabobank Cycling Team 0:00:52
8 Luke Durbridge (Aus) Orica GreenEdge Cycling Team 0:01:01
9 Thomas Danielson (USA) Garmin – Barracuda 0:01:07
10 Rory Sutherland (Aus) UnitedHealthcare Pro Cycling Team 0:01:10


Classificação Geral
1 David Zabriskie (USA) Garmin – Barracuda 20:29:31
2 Tejay Van Garderen (USA) BMC Racing Team 0:00:34
3 Robert Gesink (Ned) Rabobank Cycling Team 0:00:39
4 Andrew Talansky (USA) Garmin – Barracuda 0:00:48
5 Peter Velits (Svk) Omega Pharma-Quickstep 0:00:49
6 Luke Durbridge (Aus) Orica GreenEdge Cycling Team 0:01:01
7 Thomas Danielson (USA) Garmin – Barracuda 0:01:07
8 Rory Sutherland (Aus) UnitedHealthcare Pro Cycling Team 0:01:10
9 Cameron Meyer (Aus) Orica GreenEdge Cycling Team 0:01:26
10 Markel Irizar Aranburu (Spa) RadioShack-Nissan 0:01:29


PraQuemPedala

15º Copa Chatô de Bike Ciclismo


quinta-feira, 17 de maio de 2012

Encha o pneu da bicicleta sem sair de cima dela


Quem pedala em terrenos variados sabe bem que ajustar a pressão de ar nos pneus da bicicleta pode ajudar bastante na performance.

Um pneu mais ‘mole’, por exemplo, dá mais aderência ao solo, enquanto um pneu mais ‘duro’, ou mais cheio, dá mais velocidade (e menos aderência).

E é aí que surge o sistema automático de enchimento de pneus da Adaptrac, uma série de válvulas conectadas a um tanque de CO2 que infla e desinfla os pneus por meio dos controles colocados no guidão. Bacana para quem precisa alterar a pressão do pneu constantemente durante o pedal!

Abaixo você ve o tanque de CO2 no quadro:

Abaixo você vê a ligação do tanque no pneu:

Abaixo você vê os controles no guidão:

O sistema Adaptrac ainda não está sendo vendido, mas você pode ver todos os detalhes lá no site da empresa.

-Via Gizmodo

Novas "jeans" portuguesas para andar de bicicleta


Novas "jeans" portuguesas para andar de bicicleta

A marca portuguesa DryDrill, que tem ganho prestígio graças à produção de componentes únicos para quem quer uma bicicleta totalmente personalizada, prepara-se para lançar mais uma inovação: umas "jeans" destinadas a quem pedala diariamente e tem dificuldade em encontrar conforto nas peças de vestuário que existem para o efeito.
 
Em comunicado enviado ao Boas Notícias, o mentor da marca, Henrique Pinho, explicou que a criação destas calças inovadoras foi suportada "pelo vasto conhecimento que a indústria têxtil portuguesa possui no desenho e produção deste tipo de peça", o que constitui uma "garantia de alta qualidade".
 
"Estamos perante mais um produto português: da marca ao desenho e à produção", salientou o responsável, que destaca como caraterísticas diferenciadoras destas novas "jeans" o "elevado conforto, o reforço na zona de contacto com o selim da bicicileta, o facto de serem visíveis no período noturno através de faixas refletoras e de terem um tratamento repelente à água".
 
O lançamento das novas calças acontece no dia 1 de Junho, através de uma campanha de pré-venda que decorrerá até ao final daquele mês e que permitirá aos interessados adquirir todos os produtos da marca (apenas disponíveis online) com portes de envio gratuitos.

Fora do período de pré-venda, o preço das "jeans", disponíveis tanto para homem como para senhora, será de 70 euros mais portes de envio.

Clique AQUI para visitar a página da DryDrill.

Em Barcelona, Bicing incentiva o uso de bikes (foto: Daniela Frabasile)
Em Barcelona, Bicing incentiva o uso de bikes
 (foto: Daniela Frabasile)
A Europa apresenta um avançado sistema de transporte cicloviário, que serviu de inspiração para a criação do PedalUSP. Em Paris, o sistema se chama Velib’. São mais de 20.000 bicicletas, disponíveis em 1.800 estações do Velib’, onde se pode pegar ou devolver as bicicletas, espalhadas pela cidade. As estações são próximas umas das outras, e o usuário pode pegar uma bicicleta em uma estação e deixá-la em outra. Os primeiros 30 minutos são sempre gratuitos, e dessa forma é possível percorrer pequenas distâncias sem pagar nada.

Em cada estação existe um terminal de autosserviço; o usuário deve cadastrar um cartão de crédito, em que será cobrado o valor correspondente ao tempo de uso. Caso a bicicleta não seja devolvida, é cobrada uma multa de 150 euros. Existem diferentes taxas, que dependem do tempo a contratar o serviço e da idade. Um passe para uma pessoa de mais de 27 anos durante um ano custa 29 euros; para estudantes de 14 a 26 anos, são 19 euros pelo mesmo período.

Existe também uma oferta de aluguel de bicicletas voltada para turistas, com períodos menores. Para um dia, o custo é de 1,70 euros, e para uma semana, 8 euros. Durante esse período, o usuário pode pegar e deixar uma bicicleta em qualquer estação livremente.
Consultas Online
Para saber onde existem estações com bicicletas ou para encontrar estações com espaços livres para devolver uma bicicleta, existe um mapa interativo na internet, nos terminais é possível verificar as estações próximas, e além disso está disponível um aplicativo para smartphones no qual é possível encontrar as estações mais próximas.

Adrien, que estuda em Paris há três anos, fala que sempre que possível vai de bicicleta para a faculdade, “é mais confortável que pegar o metrô, que é muito cheio nos horários que uso, e além disso, acaba sendo mais barato usar o Velib’ mesmo. Poder pegar a bicicleta em uma estação e devolver em outra é muito útil”.

Em Barcelona, o Bicing é um sistema similar. Porém, há uma ênfase maior na bicicleta como meio de transporte e como um complemento à rede de transporte público tradicional na cidade. Dessa forma, não há ofertas para períodos curtos de um dia ou uma semana, como o Velib’.

O Bicing é utilizado como meio de transporte por muitas pessoas em Barcelona. Para Juán, que sempre morou na cidade, é um transporte como outros, mas que ainda tem maiores vantagens, “ajuda o trânsito, é acessível e acaba sendo uma maneira boa de preservar o meio ambiente. Muita gente também acha que é uma boa forma de fazer exercício. Barcelona é uma cidade plana, é bem fácil usar a bicicleta para ir aos lugares, até para quem não está acostumado a se exercitar muito”.

Com o Bicing, só é permitido usar a mesma bicicleta por até duas horas, havendo uma multa no valor de 3,55 euros no caso dessa regra não ser cumprida. Também há a multa de 150 euros caso a bicicleta não seja devolvida em 24 horas, da mesma forma que o Velib’. Em Barcelona, o serviço custa 37,28 euros por ano.


por  Daniela Frabasile