Subscribe:

Parceiros

.


quarta-feira, 31 de agosto de 2011

Self Service de bike

Indiscutivelmente, nós estamos muito atrasados. Mas chegaremos lá. Pensamento positivo!
Nos Estados Unidos, mais precisamente em Minneapolis, os amigos Chad e Alex resolveram criar um sistema de "self service" com produtos de bicicleta através das máquinas eletrônicas, similares as de refrigerantes.

A boa ideia poderia ser básica, mas na condição de inovação, podemos dizer que eles revolucionaram. Não só os produtos para compra, o cliente tem disponível: um cavalete para apoiar a bike, serviço mecânico e calibragem para os pneus gratuitamente.

Fixando a bike no cavalete, você pode escolher o produto que deseja e comprar. Logo em seguida, efetuar a regulagem ou troca de peça através das ferramentas que estão disponíveis e presas por um cabo de aço no cavalete. Lembrando que o biker não é obrigado a comprar para desfrutar do cavalete ou encher o pneu, por exemplo.

Máquina de produtos
Dentro da máquina, muitos produtos estão preparados para consumo. Mais de 35 itens estão disponíveis, que vão desde refrigerante e lanches aos desejados pelos ciclistas como: vários tipos de câmeras de ar, faróis, canivetes allen, pisca-piscas, kits de reparo, luvas, etc.

Tudo é auto-atendimento. O funcionamento é acionado por cartão de crédito ou dinheiro, que autorizado, libera a escolha do produto.

A ideia é fazer com que estes pontos de comércio sejam instalados em locais públicos com grandes movimentações em estações de metrô e terminais rodoviários. O foco não é só o ciclista que está nas redondezas, mas também as pessoas que não tem tempo de comprar algo pela falta de tempo.

Fonte: pedal.com.br

Isotônico SUUM: Suas Vantagens

 A importância das bebidas isotônicas durante a prática de esportes já é indiscutível. Essas bebidas possuem sais minerais que ajudam na hidratação do corpo, e são mais eficientes que beber apenas água. Há várias marcas de bebidas desse tipo, que surgiram nos últimos anos, porém sem nenhuma novidade. O SUUM é inovador, pois se trata de uma pastilha efervescente, que misturada à água, se transforma em uma bebida isotônica. Isso permite uma grande portabilidade, já que não é mais preciso carregar garrafas com litros de bebidas especiais, ou contar com a sorte de encontrá-las em lugares remotos. Para ter essa importante bebida, basta uma pastilha de SUUM, e o líquido mais fácil de encontrar no planeta.

CARACTERÍSTICAS
As pastilhas vêm em um pequeno tubo, do tamanho certo para 10 unidades. O tubo é resistente à água, desde que bem fechado. A dosagem ideal é uma pastilha para 500 ml de água, ou seja, com um tubo é possível fazer 5 litros da bebida. Não é preciso agitar, apenas colocar a pastilha na garrafa d'água e esperar que se dissolva em poucos minutos. SUUM possui apenas sais minerais e vitaminas, sem carboidratos e açúcar. O único sabor oferecido por enquanto é lima-limão. SUMM é um produto totalmente feito no Brasil e por uma empresa brasileira.

O produto tem as seguintes características:

Rapidez de Absorção: Uma característica importante deste tipo de bebida é a velocidade com que o organismo a absorve durante a atividade física. É a concentração de sais e açucares dissolvidos que garante a rapidez da passagem da bebida do intestino para o sangue, re-hidratando o corpo. A fórmula de SUUM permite que o organismo absorva a bebida rapidamente.

Conteúdo de Eletrólitos: SUUM contém 756 mg de sódio por litro d'água, dentro da faixa de valores recomendados pelo Colégio Americano de Medicina Esportiva para este tipo de bebida, e até três vezes maior que as bebidas esportivas tradicionais. Junto com os eletrólitos do SUUM, fica garantida uma reposição adequada e saudável para o corpo, ajudando numa melhor performance.

Conteúdo de Carboidratos: Carboidratos podem diminuir a velocidade de absorção dos eletrólitos, e assim a hidratação do seu corpo estará prejudicada, baixando seu rendimento. SUUM não contém carboidratos, aumentando a velocidade da absorção e permitindo uma maior flexibilidade e controle na ingestão de carboidratos necessários para a atividade física.

IMPORTÂNCIA DOS ISOTÔNICOS NA HIDRATAÇÃO

Durante atividades físicas, o corpo perde minerais (eletrólitos) através do suor. Repondo esses eletrólitos, o organismo consegue prolongar a resistência à fadiga, mantendo a atividade física por mais tempo. O papel da bebida isotônica não é só saciar a sensação de sede, mas prolongar o tempo de exercício e melhorar o desempenho.

Os rins trabalham para manter as concentrações de eletrólitos constantes no sangue, mas durante um esforço físico intenso, as perdas podem ser tais que para sua recuperação é preciso uma ingestão rápida e efetiva de eletrólitos para evitar o colapso do corpo. Particularmente o sódio e o potássio devem ser repostos, para conseguir prolongar o esforço e os níveis dos fluídos corporais sejam equilibrados.
Se hidratar apenas com água, não há reposição dos eletrólitos perdidos, em quantidades suficientes, nem na mesma velocidade.

O TESTE
Testamos o SUUM desde o começo do ano, em diversas situações comuns. Para complementar nossa opinião, contamos com o piloto espanhol Chus Castellanos, que além de diversos títulos no BMX, Downhill, 4X e Motocross, é também professor de spinning.

A principal vantagem do produto é a portabilidade. Nem sempre é fácil encontrar bebidas isotônicas onde pedalamos, e muito menos prático levar 10 garrafas de isotônico com 500 ml, do que conseguir água em algum lugar, ou mesmo levar água em garrafas maiores.

Outra vantagem é a ausência de carboidratos, principalmente para quem segue dietas rigorosas, por possibilitar a separação entre a ingestão de carboidratos e sais minerais. Dependendo do treinamento pode ser importante tomar carboidratos em intervalos ou quantidades diferentes que os sais minerais, sendo esses últimos ingeridos apenas para ajudar na hidratação.

Em termos de paladar, todos que provaram, aprovaram. O sabor é bem parecido com as bebidas isotônicas populares e não deixa um sabor marcante e doce na boca. Mesmo sendo efervescente, depois de dissolvido, não tem sensação de bebida gaseificada.

Depoimento de Chus Castellanos: "A portabilidade do produto realmente é um diferencial, principalmente em viagens longas de mais de um dia, onde seria impossível carregar muitos litros de isotônicos. O sabor também me agradou, sem ser muito doce.”

A única desvantagem que encontramos no produto é a limitação em termos de sabor. Gostamos muito do sabor limão, mas para quem não gosta, não existe alternativa.

CONCLUSÃO
Inovação é uma palavra que nunca pensamos em associar a uma bebida. Sabores, composições e embalagens mudam todos os anos, mas a SUUM foi mais longe oferecendo uma forma de ter uma bebida isotônica através de pastilhas e água. Todos os pequenos detalhes que nos fazem escolher entre uma bebida ou outra, foram muito bem trabalhados, nos dando um sabor suave que não deixa a boca doce durante o treino. E tudo isso feito no Brasil!

Mais informações: http://www.suum.com.br/.Texto e fotos: Pedro Cury

Bicicleta, Chocolate, comédia e pouco trabalho é receita de coração saudável

Comer chocolate escuro, assistir a filmes de comédia, evitar trabalhos estressantes e pedalar forte ao andar de bicicleta são opções que ajudam a manter o coração saudável, segundo estudos divulgados em Paris durante o congresso da Sociedade Europeia de Cardiologia.

Os benefícios dos exercícios para se evitar problemas cardiovasculares já foram documentados, mas agora uma pesquisa demonstrou que o que importa é a intensidade deste exercício, concretamente andar de bicicleta.

O trabalho chefiado pelo cardiologista dinamarquês Peter Schnohr demonstrou que os homens que pedalam em ritmo acelerado sobrevivem 5,3 anos mais do que os que o fazem a um ritmo mais lento. Alcançar uma "intensidade mediana" demonstrou ser suficiente para ganhar 2,9 anos a mais.

Para as mulheres, a diferença foi menos gritante, mas ainda significativa: 2,9 e 2,2 anos a mais, respectivamente, em comparação com as que pedalam lentamente.

- Grande parte da atividade física diária durante o tempo livre deve ser vigorosa, baseada na própria percepção de intensidade que o indivíduo tiver.

A comprovação da velha máxima "o riso é o melhor remédio" foi demonstrada em outro estudo, que concluiu que uma boa dose de humor auxilia a saúde dos vasos sanguíneos.

Em pesquisas que duraram mais de uma década, Michael Miller, da Universidade de Maryland (leste dos Estados Unidos), já havia mostrado que homens e mulheres com doenças cardíacas eram 40% menos propensos a encarar os eventos típicos da vida de uma perspectiva bem humorado.

No novo estudo, Miller convocou voluntários a assistirem ao filme "O Resgate do Soldado Ryan", de Steven Spielberg, ambientado na Segunda Guerra Mundial.

Durante as cenas de batalha, o revestimento dos vasos sanguíneos dos indivíduos deu uma resposta potencialmente insalubre chamada vasoconstrição, que reduziu o fluxo sanguíneo.

No entanto, quando os mesmos assistiram, mais tarde, a uma divertida comédia, o revestimento de seus vasos sanguíneos se expandiu.

No total, registrou-se de "30% a 50% de diferença no diâmetro dos vasos sanguíneos entre as fases de riso e de estresse mental", disse Miller.

As condições de trabalho estressantes, tanto físicas quanto mentais, também se associaram a problemas de saúde cardiovascular.

Mas uma nova pesquisa, divulgada nesta segunda-feira (29), demonstrou que a combinação de pressão intensa para se atingir resultados, combinada com condições que dificultam o cumprimento destas demandas, leva ao desenvolvimento de doenças cardíacas, inclusive à mortalidade precoce.

Cientistas finlandeses, chefiados por Tea Lallukka, da Universidade de Helsinque, concluíram que "a tensão e as horas extras no trabalho se associam a comportamentos pouco saudáveis, aumento de peso e obesidade", segundo um comunicado de imprensa.

Talvez o caminho menos doloroso para melhorar a saúde cardiovascular seja o mais doce para a maioria das pessoas: comer chocolate.

Pesquisas anteriores já tinham estabelecido um vínculo entre produtos a base de cacau e redução da pressão arterial ou melhora de fluxo sanguíneo, frequentemente atribuído aos antioxidantes, mas a magnitude do impacto era vaga.

Oscar Franco e seus colegas da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, revisaram meia dúzia de estudos realizados com 100 mil pacientes, com e sem doenças cardíacas, comparando os que consumiram mais e menos chocolate em cada uma das pesquisas.

Assim, concluíram que o maior nível de ingestão de chocolate esteve associado a uma redução de 37% das doenças cardiovasculares e uma queda de 20% dos acidentes vasculares cerebrais, em comparação com aqueles que consumiam menos ou nenhum chocolate.

Não foi encontrada uma redução significativa na incidência de ataques cardíacos.

Estes resultados, no entanto, devem levar em conta uma advertência importante: as moléculas saudáveis estão presentes no cacau amargo, não no açúcar e na gordura utilizados na mistura dos tipos de chocolate mais comumente encontrados.

- O chocolate disponível no mercado é muito calórico e comer demais pode levar a um aumento de peso, ao risco de diabetes e de doenças cardíacas.

Fonte:Portal R7

Pra quem fica o dia inteiro no computador

O uso de dispositivos móveis para realizar o trabalho pode trazer grandes benefícios, sempre que sejam adotados com hábitos saudáveis, como uma postura correta, descansos regulares e ajuste correto do equipamento. E para as crianças que ficam muito tempo brincando no computador ou vídeo game, é importante incentivá-los a se exercitar, brincando de bicicleta e outras brincadeiras que exijam que elas se exercitem e se movimentem.


Comunicado:

As fotos da 4ª Copa Oscarzão de MTB, estão na página referida do evento e você pode encontra-la através do link que se encontra a cima da imagem do Blog ou ao lado na lista de páginas.

Na Rota da Bike




A Rota do Mar, uma das empresas mais conceituadas de todo o Brasil, está inovando e convidando você para um passeio ciclístico na próxima Sexta Feira ( 02/09 ), a partir das 17h pelas ruas de Santa Cruz do Capibaribe.

Será o lançamento de sua coleção verão, e em parceria com as lojas Hil Bike, Amil Bike e Iram Bike, estarão fazendo este passeio, para unir o util ao agradável.

Você pode participar trocando um quilo de alimento não perecível, por um tiquet nas lojas relacionadas e com este tiquetvocê vai na Rota do Mar e troca por uma camisa padronizada para participar do passeio.

Vamos formar um grande número de participantes, para mostrar a força dos ciclistas de nossa cidade.
Vamos todos de bike, para sentir a chegada do Verão!

Lembrando: Vá de Capacete e com todos os itens de segurança.

Grande Recife terá novas ciclovias previstas no projeto de mobilidade para a Copa 2014


Quando o trânsito do futuro chegar para o Grande Recife, com seus novos corredores, terminais integrados e o ramal que completa a ligação do centro da capital pernambucana ao município de São Lourenço da Mata, sede dos jogos da Copa do Mundo de 2014, a Região Metropolitana dará novos passos - ainda que pequenos - nos projetos de mobilidade para ciclistas. Serão implantados 37 novos quilômetros de ciclovias e outros 11 já existentes no trajeto serão revitalizados.

O trecho contemplado está dentro do projeto de mobilidade para a cidade, que será uma das sedes do mundial de futebol daqui a três anos. A abertura para licitação das obras foi divulgada no último dia 10, mas a questão das ciclovias não ganhou destaque. "Mobilidade para ciclistas nunca foi e nem tão cedo será prioridade do governo, até porque sabemos que a fabricação de automóveis é o grande motor da economia", critica o biólogo Paulo Lima, que usa bicicleta como meio de deslocamento todos os dias.

A princípio, as ciclovias não terão ligação entre si. Haverá 6,3 km de faixa exclusiva para bicicletas ao longo de todo o Ramal Cidade da Copa, que tem início no Terminal de Integração de Camaragibe e segue pela BR-408 até a arena em São Lourenço da Mata, Região Metropolitana. Por enquanto, o trecho entre a integração de Camaragibe e o centro do Recife (Corredor Leste-Oeste) não prevê ciclovia. De acordo com a Secretaria das Cidades, é uma etapa que poderá ser acrescida no futuro.

"Esse projeto é a parcela que tem que ficar pronta até a Copa. Haverão outros detalhes a serem implantados posteriormente e que estão sendo avaliados pela Secretaria das Cidades", explicou o secretário executivo de Relações Institucionais da Secopa Gilberto Pimentel. A BR 101 também terá 30,7 km de ciclovia e a já existente no corredor Norte-Sul (compreendido entre o Terminal Integrado de Igarassu até o Recife, seguindo até o Tacaruna, com bifurcação para Joana Bezerra, via Agamenon Magalhães e para o Centro do Recife, via Cruz Cabugá) terá seus 11 km revitalizados. Além das ciclovias, os novos Terminais Integrados de Passageiros cujas obras já estão em andamento (ao todo 10, além dos TIs do Barro e da Joana Bezerra, que serão reformado) também contarão com bicicletários.

"O problema é que as ciclovias do Recife estão sendo pensadas mais como forma de lazer do que para o deslocamento real da população", opina novamente o biólogo. "A ciclovia de Boa Viagem, por exemplo, é super importante, muita gente utiliza, mas ela não vai dar em lugar nenhum, chega um momento que você volta a cair na via dos carros e aí começa todo o problema, porque os motoristas também não são educados no sentido de respeitar o ciclista", diz Paulo.

De acordo com o secretário executivo de Mobilidade Urbana da Secretaria das Cidades, Flávio Figuerêdo, já existem projetos e discussões entre o órgão e o Instituto Pelópidas Silveira - órgão da Prefeitura do Recife - para a conexão entre essas ciclovias. O prazo para que elas sejam executadas, porém, não está definido. "Isto já está sendo pensado. Nós temos uma gerência de ciclovias dentro da Secretaria das Cidades e ela é responsável justamente pelo estudo dessa questão e articulações com as prefeituras e outros órgãos no sentido de estimular e favorecer a mobilidade por bicicletas dentro das cidades. Temos projetos de incentivo aos bicicletários nas escolas e em terminais integrados, entre outros. Estamos caminhando", afirmou.

Segundo dados do Plano Diretor de Circulação da Cidade do Recife (2000), 21% dos deslocamentos urbanos são realizados por bicicletas. Atualmente, a capital conta com 20 km de malha cicloviária construída. De acordo com o arquiteto e coordenador de Mobilidade do Instituto Pelópidas Silveira, Antônio Machado, um dos objetivos do município é chegar aos 390 km de ciclovias em um prazo de vinte anos. "Esta já é uma questão pensada por nós dentro do Plano de Mobilidade para o Recife, que já está na Câmara", explicou.
Fonte: NE 10

Luzes na bicicleta

Fluor Bikes mostra uma ideia bem iluminada!

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Taubaté inaugura primeira pista oficial de Mountain Bike da região

 São quase 6 Km de chão batido que devem entrar para o circuito oficial
Credito: Reprodução / Rede VanguardaTaubaté acaba de entrar para o circuito nacional de Mountain Bike. Os ciclistas inauguraram ontem, a pista oficial da modalidade, a primeira pista oficial da região e um espaço que pode revelar futuros campeões olímpicos.

Para eles, domingo é dia de gastar energia. E dessa vez, a motivação era maior.
Os ciclistas tinham um circuito novinho pela frente. “A primeira vez a gente vai devagarinho para ver como é que é para depois ir soltando um pouco mais”.

Entre os participantes, um campeão das pistas. Breno Sidotti deixou o asfalto para encarar o chão batido. “Foge um pouquinho das características do ciclismo que são bastante retas, mas o importante é prestigiar o evento, se divertir um pouquinho e sair um pouco do asfalto”.

Foi só um passeio para inaugurar o percurso. A prova mesmo meu amigo, era conseguir completar o trajeto. Porque, só de olhar, já dava canseira. Em alguns trechos, parecia impossível subir. “Tá difícil, aqui é bem duro, bem técnico, mas nada que com força de vontade a gente não consiga”. 

Credito: Reprodução / Rede VanguardaMas quem disse que essa galera gosta de moleza? Quanto mais sofrido, melhor.Essa é a primeira pista oficial da modalidade na região. Ela foi construída em parceria com a Unitau, no departamento de agronomia.

A pista é bem técnica. São quase seis quilômetros e no ano que vem, ela deve entrar para o circuito olímpico nacional de Moutain Bike.

O coordenador do evento, Rodney Hoffman, contou que a pista vai ser usada em eventos oficiais em 2012. “Há duas semanas, o técnico da comissão brasileira e membro da confederação brasileira de ciclismo esteve presente aqui, aprovou nossa pista como oficial e segundo ele essa pista já vai fazer parte do calendário nacional de competições a partir do ano que vem”. 

Fonte:vnews.com.br

domingo, 28 de agosto de 2011

4ª Copa Oscarzão - Fotos do Evento 1

Agora é pra valer!

Chegou a hora de mais uma Copa Oscarzão de MTB, e nós trazemos várias imagens do evento para que vocês sintam a emoção e a dureza que foi o percurso!

Parabens aos organizadores e a todos os atletas que participaram e fizeram esta festatão bonita.

 
 





Estamos arquivando mais fotos para postar aqui. Aguardem!