Subscribe:

Parceiros

.


sábado, 29 de março de 2014

Nascimento de nova equipe Brasileira: ISAPA MTB

Durante a etapa de Araxá da Copa Internacional de MTB a empresa ISAPA lançou uma nova equipe de Mountain Bike, Vejam aqui mais informações
Press Release
Com mais de 50 anos de experiência no mercado ciclístico, a Isapa, umas das maiores importadoras de bicicletas no Brasil, realiza um feito inédito em sua história, lança uma equipe de MTB.  A empresa estará presente nas pistas das principais provas do país com Thiago Aroeira representando a time.
Foto: Alvaro Perazzoli
 Com um currículo invejável, o mineiro Thiago Aroeira tem 32 anos e já sagrou-se campeão das principais competições de MTB do país. Em 2014, a bordo da bike OGGI Agile Carbon 29”, o atleta além de participar das principais competições nacionais, terá como missão fornecer feedback para aprimoramento da bicicleta. “O Thiago tem grandes conquistas no currículo e é formado em educação física. Além de divulgar a marca, ele vai ajudar a desenvolvê-la”, explica o gerente de Marketing da Isapa, Francis Resende.
A coletiva de imprensa realizada na primeira etapa da CIMTB, contou com a presença dos principais jornalistas do segmento. O atleta comentou a nova fase na carreira. “Estou muito feliz com este novo time. Fui muito bem recebido pela ISAPA, onde também vou dar meu parecer sobre o desenvolvimento da OGGI”, comenta.
Foto: Alvaro Perazzoli
Aroeira aproveitou o momento também para comentar sobre a estrutura da equipe. “A ISAPA é uma empresa muito grande e eles têm toda estrutura que um atleta precisa. Agora é focar no trabalho”, declara.
Na primeira etapa da competição, o atleta foi Top 16 na classificação geral da prova. Além da bike OGGI, o Thiago Aroeira conta com acessórios da PRO, LIMAR, PEARL IZUMI, SHIMANO ÓCULOS e demais marcas comercializadas pela ISAPA.
SOBRE OGGI
A OGGI nasceu do desejo da empresa ISAPA de trabalhar e desenvolver o mercado de bicicleta no Brasil. O nome da marca vem da palavra italiana OGGI (hoje, em português), que mostra um conceito atual com um design moderno. O projeto foi criado na Itália com designers envolvidos com o mundo da Bike.
Foto: Henrique Andrade
A marca conta com equipamentos de qualidade para garantir durabilidade, baixa manutenção, conforto e segurança ao usuário. ”O diferencial da OGGI é está na relação preço e qualidade. Isso só foi possível com a ajuda dos nossos parceiros, como a Shimano” ressalta Francis Resende, gerente de Marketing.
Por ser fabricada no Brasil, a marca apresenta um ótimo custo-benefício. A bike de entrada custa R$ 2.300,00. A OGGI já está sendo comercializada em mais de 100 pontos de venda em todo o Brasil relacionados no site da ISAPA

Fonte: PraQuemPedala

sexta-feira, 28 de março de 2014

Abraão e Brentjens vencem 5ª etapa e abrem 13 min de vantagem na Máster

Na Elite, Robert Mennen e Kristian Hynek continuam na liderança

Abraão Azevedo e o holandês Bart Brentjens lideram na Máster
Foto: Sam Clark
 A dupla formada pelo brasileiro Abraão Azevedo e o holandês Bart Brentjens venceu nesta sexta-feira (28 de março) a 5ª etapa da ultramaratona Cape Epic, na África do Sul, e ampliou a liderança geral na categoria Máster para 13min12s. A dupla vitoriosa cruzou a meta com o tempo de 5h21min21s.

Essa foi a 5ª vitória da dupla, que só perdeu a 1ª etapa. Os sul-africanos Shan Wilson e Adrian Enthoven continuam em 2º.

Roel Paulissen e Riccardo Chiarini foram os vencedores da 5ª etapa na Elite
 Foto: Shaun Roy
Na Elite, os vencedores da 5ª etapa, com 110 km de percurso, foram Roel Paulissen e Riccardo Chiarini, com o tempo de 4h52min. A chegada foi disputada com Nino Schurter e Philip Buys, que acabaram em 2º. Christoph Sauser e Frantisek Rabon foram os 3ºs.

Na classificação geral, Robert Mennen e Kristian Hynek continuam na liderança, com vantagem de 9min sobre Sauser e Rabon.

Resultados completos no site oficial

Bike PE passa a funcionar das 5h às 23h

Foto: Nando Chiappetta/DP/D.A Press/Arquivo
A partir desta segunda-feira,os usuários do programa Bike PE terão mais tempo para utilizar as bicicletas do programa, coordenado pela Secretaria das Cidades. O serviço passa a começar às 5h para atender os trabalhadores que saem cedo de casa e segue até as 23h, para servir  aos que voltam mais tarde para casa.

O programa, que antes funcionava das 6h às 22h, ganhou um acréscimo de uma hora no início e no término do funcionamento. O projeto Bike PE é um sistema intermunicipal de compartilhamento de bicicletas, que conta com 70 estações nas cidades do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. Atualmente, o programa conta com 70 mil cadastros, com uma média de mais de 900 viagens por dia. Também faz parte do projeto as dez estações do Porto Leve, totalizando assim 800 bikes.

Os usuários podem utilizar as bicicletas usando o VEM (Vale Eletrônico Metropolitano), sem nenhum custo, precisando apenas da inscrição gratuita no site www.bikepe.com. O tempo de utilização das bicicletas é de 60 minutos, ininterruptos. Além do VEM, os interessados podem comprar um passe diário, no valor de R$ 5 reais, ou mensal, no valor de R$ 10 reais. Os usuários podem utilizar as bikes quantas vezes quiser, desde que obedeçam ao intervalo de 15 minutos entre as viagens. Em 10 meses de programa já foram feitos mais de 70 mil cadastros e mais de 160 mil viagens, sendo quase 90 mil com o VEM.

Lançado em maio de 2013, o Bike PE, é um programa coordenado pela Secretaria das Cidades do Governo do Estado, em parceira com as prefeituras do Recife, Olinda e Jaboatão dos Guararapes. O programa é operado pela Serttel/Samba e conta com o apoio do Itaú Unibanco.

As bicicletas, desenvolvidas pela Samba Transportes Sustentáveis, têm fabricação 100% nacional, pesam em torno de 15 quilos, possuem quadro em alumínio com design diferenciado, três e seis marchas, selins com altura regulável, guidão emborrachado, acessórios de sinalização, sistema de identificação e trava eletrônica.

As estações são mantidas por energia solar e possuem comunicação wireless. Cada bicicleta tem uma apólice de seguro que prevê cobertura para o usuário caso ele se acidente ou cause danos a terceiros. Além disso, os usuários recebem no momento do cadastro, uma cartilha com dicas de segurança.

Para se cadastrar, o usuário deve apresentar o número do VEM ou comprar um passe diário ou mensal. Já para retirar as bikes, os usuários que adquiriram o passe devem ligar para os números (81) 4062 9725 ou 4003 6056 ou (81) 2626 1505; ou baixar o aplicativo para Smartphone na página http://www.movesamba.com.br/appbikepe/.  Os adeptos do VEM só precisam encostar o seu cartão no leitor localizado nas estações para retirar as bicicletas.

Fonte: Diario de Pernambuco

A saúde e a cidade

"Sedentarismo e isolamento social matam mais que tabagismo e hipertensão". Tema será debatido no Fit Cities SP, evento organizado por USP Cidades e Cidade Ativa


Seguindo tendências mundiais, a saúde da população das grandes cidades brasileiras é um reflexo do estilo de vida urbano. Muitas horas sentado, seja trabalhando ou no carro, pouca ou nenhuma atividade física, fadiga do dia-a-dia e noites mal dormidas. Quando os sintomas desta vida urbana aparecem surgem com eles muitas perguntas, como por exemplo: De onde vem tanto cansaço se estamos nos mexendo cada vez menos?

As grandes cidades, cada vez mais divididas, caóticas e poluídas são o cenário onde os habitantes estão vivendo de forma cada vez mais sedentária e isolada do seu meio social, resultando em mais mortalidade do que o tabagismo e a hipertensão, segundo pesquisa da Universidade da Califórnia e San Francisco Joint Medical Program publicada em Novembro de 2013 no American Journal of Public Health.

Os maus hábitos com a saúde são preocupantes, mas um elemento crucial deve ter mais atenção da sociedade em geral: o espaço público. Muitas vezes, a falta de entusiasmo com uma vida mais ativa, como caminhar mais em nossos deslocamentos diários ou optar pela bicicleta, são fruto de lugares pouco convidativos e mal desenhados. Fica cada vez mais evidente como o espaço público é mal concebido e subestimado, como se este não tivesse tamanha influência sobre os cidadãos, suas atitudes e escolhas.

“Nós moldamos a cidade e a cidade nos molda.”

A frase já replicada por muitos estudiosos, desde o geógrafo David Harvey ao arquiteto e urbanista Jan Gehl, explica essa relação direta entre o meio e a atitude dos cidadãos. O Fit Cities São Paulo, evento promovido pela entidade Cidade Ativa e o USP Cidades, terá o objetivo de discutir a forma da cidade e os estímulos que podem gerar escolhas mais saudáveis, que tornem as pessoas mais ativas e dispostas.

Se no século XIX e XX as doenças infecciosas foram combatidas por reformas urbanas que garantiam a instalação de infraestrutura de saneamento, maior ventilação e insolação de edifícios. As doenças de desequilíbrio energético e isolamento social do século XXI podem também ser prevenidas e controladas por um novo modelo de planejamento, de desenho urbano e arquitetura que sigam as estratégias discutidas pelo movimento Active Design, diretrizes por uma cidade mais ativa e saudável.

Novas políticas de uso do solo, de habitação, de mobilidade, de planejamento de espaços livres para recreação e prática de esportes e de acesso à alimentação saudável – entre outras – podem ajudar a transformar o ambiente urbano. Ao privilegiar o transporte individual, a proliferação de condomínios fechados e bairros murados, distantes dos centros de trabalho, comércio e serviços, ficaram em segundo plano a criação de parques, praças e áreas de recreação. “O Cidade Ativa acredita que esse cenário pode e deve ser revertido e que um novo modelo para as cidades poderá impulsionar estilo de vida mais ativo para os brasileiros.” ressaltam o médico José Eduardo Bittar e a arquiteta e urbanista Gabi Callejas, diretores da entidade Cidade Ativa, responsável por trazer o movimento Active Design ao Brasil.

Junto com o USP Cidades, eles esperam abordar esse desafio com otimismo e perspectiva de implantação, como considera Maria Teresa Diniz, Coordenadora Executiva do USP Cidades. “Hoje é impossível dissociar a saúde pública do planejamento urbano. Temos que aproveitar o momento em que a cidade é tema central da discussão e mostrar a relevância que um espaço público de qualidade pode ter na vida de todas as pessoas.”

Safari Urbano

Para iniciar esta empreitada, USP Cidades e Cidade Ativa realizarão, como parte da Conferência Fit Cities São Paulo, um Safari de calçadas onde a metodologia do Active Design será testada. O objetivo é colher aspectos de diferentes tipos de calçada para levantar que características podem transformar a maneira como o paulistano se relaciona com os passeios.

A atividade é fechada para alunos de arquitetura e medicina, que farão medições e registros tanto do espaço como climáticas e corporais. O objetivo é mostrar na prática os efeitos positivos e negativos de determinadas características das calçadas através da observação e do desenho. “Mesmo não sendo um arquiteto, ir a campo e exercitar essa percepção é fundamental para a transformação pretendida. O Safari será essencial para evidenciar como esta prática simples é capaz de indicar como estes espaços podem ser melhor construídos para as pessoas”, explica Aline Cannataro, Assessora do USP Cidades responsável pelo Safari Urbano.

Serviço

O Fit Cities São Paulo ocorre no dia 16 de abril, no auditório da Biblioteca Brasiliana, na Cidade Universitária da USP.

Inscrições e programação completa estarão em breve disponíveis no site do USP Cidades: www.cidades.usp.br.

Sobre o Cidade Ativa

O Cidade Ativa é uma iniciativa de longo prazo que promove o movimento Active Design nas cidades brasileiras, vislumbrando oportunidades de transformações no ambiente construído que possam incentivar um estilo de vida mais ativo para os seus cidadãos. É composto por uma equipe internacional e multidisciplinar com experiência nas áreas de saúde, arquitetura, desenho e planejamento urbano. Seus membros fizeram parte da história de criação do Active Design e já desenvolveram projetos para cidades ativas.

Sobre o USP Cidades

O USP Cidades é um centro de pesquisa, formação e difusão de soluções inovadoras para a gestão urbana no Brasil. Fórum permanente para interlocução de técnicos, gestores públicos e acadêmicos envolvidos com a temática urbana, a partir da pesquisa independente e de qualidade, busca incidir no debate público, transformando conhecimento em inovação na implementação de soluções urbanas, servindo como ponto de referência para a articulação entre a gestão pública, a pesquisa aplicada e o setor privado, para tratar dos principais desafios das cidades no país.

Fonte:  Mobilize

quinta-feira, 27 de março de 2014

Prévia da MTB do Trabalhador será neste domingo 30 de Março!

Será realizado no próximo domingo (30/03) a Prévia do MTB do Trabalhador 2014.


Este evento será realizado pela organização da prova do MTB do Trabalhador 2014 e tem como objetivo unir a galera que gosta do Bike Turismo, pois se trata de um Passeio Ciclístico que acontecerá no percurso da Categoria Turismo e que tem cerca de 30Km percorridos na zona rural de nossa região.

Todos estão convidados a participar deste evento e as inscrições serão gratuitas, sendo realizadas nas lojas HILL BIKES e IRAN BIKES respectivamente.

Bar da pedra em tarde de treino
É importante lembrar que será necessário fazer a inscrição para que os organizadores tenham uma ideia de quantas pessoas participarão e assim, possam se organizar com mais precisão para que todos tenham uma assistência adequada.

O evento contará com carro de apoio, distribuição de água e frutas durante o percurso com ponto de apoio no Bar da Pedra que fica na região de Lagoa de Pedra, na zona rural de Brejo da Madre de Deus.

Vá hoje mesmo numa destas lojas citadas e confirme sua presença e vamos todos com muita alegria e disposição conhecer parte do que nos esperam na MTB do Trabalhador 2014.

A saída está prevista para as 8:30 da manhã do domingo ao lado da Igreja de São Cristóvão.

Contamos com sua presença!

Você pode conferir parte deste percurso na postagem de nosso Blog através das imagens que registramos no último domingo quando fizemos um pedal com amigos que sempre estão nos acompanhando nas manhãs de domingo.

Clique AQUI e sinta o gosto de pedalar com prazer e alegria!

quarta-feira, 26 de março de 2014

Ande de bicicleta com segurança

Confira os 10 mandamentos do pequeno ciclista, e não deixe de segui-los:


- Quando for pedalar, coloque roupas com cores chamativas e nunca deixe de usar o capacete;

- Não saia de casa sem avisar seu responsável para onde vai, e leve no bolso um documento de identificação;

- Verifique se sua bicicleta está em perfeita condição de uso. Verifique se os pneus estão cheios, se as correntes têm graxas e os freios funcionando;

- Respeite as leis do trânsito, as outras bicicletas e principalmente os pedestres;

- Nunca pedale na contramão, essa é a situação mais perigosa para o ciclista;

- Evite ruas movimentadas. Nunca entre rápido em cruzamentos, é lá que acontecem 95% dos acidentes, portanto todo cuidado é pouco (se você é iniciante, pedale onde não tem trânsito, procure lugares tranqüilos e espaçosos);

- Sinalize suas intenções (virar para esquerda, direita ou mudar de lado) com antecedência para os motoristas. Não freie ou faça movimentos bruscos;

- Aprenda a ouvir o trânsito, os barulhos dos carros e dos pedestres. Nunca saia ouvindo walk-man, Ipod, MP3, etc;

- Sempre que for atravessar a rua, procure um sinal ou faixa de pedestres e desça da bicicleta para atravessar. Se não for possível, tome muito cuidado com os automóveis;

- Curta a natureza, beba bastante água e divirta-se!

Os cuidados com a corrente

Os cuidados que fazem a corrente durar mais
Correntes exigem uma manutenção periódica de limpeza e lubrificação. Para ciclistas que pedalam com freqüência o ideal é limpar e lubrificar a corrente após cada uso. Corrente, coroas e cassete limpo é sinal de trocas de marchas precisas e vida longa para a transmissão.

A forma de fazer a limpeza vai depender muito do tipo de lubrificante utilizado e, principalmente, do estado da relação. Os componentes da transmissão das bicicletas que só rodam no asfalto obviamente sujam menos que uma mountain bike que enfrentou um duro trecho de lama.
Correntes lubrificadas com óleos próprios para correntes (tipo Finish Line, Pedro’s e semelhantes) são mais fáceis de limpar e, desde que não esteja suja de lama, basta passar um pano seco para tirar o excesso de sujeira e reaplicar o óleo para que fique limpa e lubrificada.
No caso de lama ou de sujeira de graxa mais profunda, é recomendado que a limpeza seja feita com um pano embebido em algum desengraxante próprio para correntes de bicicletas ou, para improvisar diesel ou querosene.
No caso de extrema sujeira a saída é lavar com um pincel molhado no desengraxante, seguido de uma boa enxaguada com água corrente. Espere secar e lubrifique.
Às vezes, dependendo da extensão do trajeto que o ciclista vai pedalar, é aconselhável uma parada e lubrificação, para isso tenha sempre a mão um vidrinho (de uns 10-20ml) com lubrificante de boa qualidade.
NA HORA CERTA
Para saber quando é hora de fazer a lubrificação, sente-se no selim e observe a corrente. Se a parte interior dos elos apresentar um brilho metálico forte (como de metal polido) é hora de lubrificar. Barulhos e rangidos na corrente ao pedalar também indicam que a corrente está seca.
No mountain bike, após passar por uma poça d’água profunda o óleo é literalmente lavado e a lubrificação será necessária após alguns quilômetros. Clima seco com solos muito arenosos e poeirentos também agridem a lubrificação. Pisos molhados idem.
Mesmo com todo o cuidado, será necessário trocar a corrente após um certo número de quilômetros de uso, que vai variar de acordo com a qualidade da corrente, a manutenção e o terreno percorrido. Ciclistas que pedalam a mountain bike a maior parte do tempo em trilhas, devem trocar a corrente a cada 800-1000km e para ciclistas de estrada ou de lazer, essa distância é de mais ou menos 2000-2200 km. Na dúvida, procure uma boa oficina e peça para o mecânico medir o desgaste com a ferramenta especial.
Vale a pena financeiramente trocar freqüentemente a corrente e poupar os outros componentes da transmissão, principalmente as coroas, que são os itens mais caros no conjunto.
VERIFICAÇÃO DE DESGASTE
Lave bem e verifique como está o estado geral da corrente. Anéis internos muito folgados, barulhos durante a pedalada, e folgas nos elos, indicam que a corrente está gasta;
Outra indicação que mostra ser necessário aposentar a corrente é quando, na coroa maior, ao se fazer força com as mãos, a corrente tende a saltar e expõe uma parte do dente da coroa.
APRENDA A TROCAR
Uma corrente nova tem em geral 118 elos, sendo necessário cortar alguns deles para instalar em uma bike. Proceda da seguinte forma:
Passe a corrente nova na coroa maior e na catraca maior (sem passar pelas roldanas do câmbio). No ponto onde as extremidades da corrente se encontram, acrescente mais dois elos completos (conte quatro rebites) e corte nesse ponto;
Passe a corrente pelas roldanas;
Para fechar a corrente, use um alicate bico de papagaio e pressione o rebite até o máximo que conseguir. Se necessário use a chave de corrente para terminar de passar o rebite.
Atenção: Jamais deixe uma corrente menor que isso, pois ela pode danificar o câmbio.
DICAS DE LIMPEZA
Não se esqueça também de lavar as catracas e a coroa. Se você mora em apartamento e quer evitar sujeira, passe um pano embebido em diesel, seque com jornal ou pano e lubrifique;
Após fazer uma trilha ou pegar uma chuva na cidade ou estrada, não deixe de fazer a manutenção correta da corrente.
Após montada a corrente, aplique um bom lubrificante para corrente de bicicleta. Uma gotinha por elo é o suficiente.
Lubrifique também outras partes móveis do câmbio como pivots e toda articulação que tenha movimento. Se necessário use um pano ou toalha de papel para retirar o excesso de óleo da corrente e do câmbio.
DICA DE EXPERT
Dicas de Daniel Aliperti, um dos fundadores da bike shop Pedal Power de São Paulo:
Procure instalar um elo mestre na corrente para poder desmontar e montar sempre no mesmo lugar para não ter que usar pinos especiais toda vez que fizer isto e evitar com que a mesma fique com uma série de pontos fracos espalhados e prontos para estourar;
Procure usar correntes de preço intermediário, pois a economia gerada ao comprá-la reverterá em dinheiro para uma troca mais breve e uma durabilidade maior dos componentes da transmissão.
A corrente é sempre muito mais barata que os outros componentes da transmissão. Andar com corrente velha deteriora a performance das trocas de marcha e estraga de maneira irreversível a coroa e o cassete.
Fonte: BikeMagazine

Os treinos de Cavendish, Contador e Nibali para a temporada

No World Tour, a marca Specialized está presente com suas bikes e equipamentos nas equipes Astana, Omega Pharma-QuickStep e Astana, com estrelas como Alberto Contador, Roman Kreuziger, Mark Cavendish, Tom Boonen, Tony Martin e Vincenzo Nibali.

Para comemorar a chegada da temporada na Europa, a Specialized lançou um vídeo bacana, que mostra os treinos de Cavendish e Nibali no velódromo de Valência e Contador no túnel de vento, com imagens inéditas.

A ênfase está no dia a dia dos ciclistas e na rotina de treinos que comprovam que, para se chegar ao Tour de France, o grande objetivo, a corrida começa bem antes.

Confiram:


Fonte: BikeMagazine

Cruzeiro sedia copa pier de Mountain Bike

Atletas profissionais,amadores e iniciantes poderão participar nas provas nos circuitos radicais do PIER ADVENTURE BIKE PARK na Serra da Mantiqueira


Os apaixonados por mountain bike e ciclismo poderão participar da Copa PIER de Mountain Bike XCO, nas categorias PRO, SPORT e LIGHT, contemplando as belezas e atrativos naturais da Serra da Mantiqueira, em Cruzeiro.

A competição terá três etapas, realizadas nos dias 13 de abril, 06 de julho e 19 de outubro no PIER ADVENTURE Bike Park, em Cruzeiro – Vale do Paraíba –. Em 2013, o local já recebeu atletas para outros dois eventos na mesma modalidade.

Voltado a bikers apaixonados por adrenalina e desafios, o evento propicia, além do esporte, o contato com a natureza e as belezas da Serra da Mantiqueira, que rodeia o local, com uma espetacular visão de alguns dos pontos culminantes do Brasil, como os Picos dos Marins, Itaguaré, Pedra da Mina e Agulhas Negras.

Os circuitos do PIER ADVENTURE são compostos por subidas e descidas fortes e vários pontos que exigem técnica por parte dos pilotos.

Para este ano de 2014, o local já conta com benfeitorias como lava-bikes, duchas e lanchonete para receber os atletas, as equipes de apoio, familiares e público em geral, que poderão visualizar com conforto e segurança a maior parte do circuito.

O evento premiará com troféus os 5 primeiros colocados por categoria e com medalhas de participação, todos os atletas, sendo que o campeão geral das 3 etapas de cada categoria PRO receberá um prêmio em dinheiro.

As inscrições já estão abertas e podem ser feitas pelo site www.pedalleve.com.br

Demais informações e atualizações na página PIER ADVENTURE (facebook) ou no 12 99117 0452, com Toninho.

Fonte: Pedal Leve

Publicitário de Porto Alegre cria bicicleta aquática para pedalar no Guaíba

Na orla de Ipanema, Dayan Golanski chama a atenção com o novo invento

Inventor já testou a bicicleta pelo menos três vezes e ainda estuda algumas alterações
Foto: Ronaldo Bernardi / Agencia RBS
Aos 14 anos, Dayan Golanski não conseguia ligar e desligar o videocassete do quarto com o controle remoto. É que o aparelho ficava de lado e, do ângulo que estava sua cama, o infravermelho do comando à distância não alcançava o visor da máquina. Isso até o dia que o menino venceu o obstáculo eletrônico com a mesma facilidade que concluiria um jogo de videogame: instalou um pequeno rolo de papel alumínio sobre o topo do controle, e o material metalizado passou a refletir o raio. Depois da descoberta, nunca mais precisou se levantar para fazer rodar a fita favorita.

Essa foi uma das primeiras invenções do homem que hoje se autodefine um verdadeiro professor Pardal. Como o personagem criado por Walt Disney, reserva o gosto pelas invenções — apesar de as criações do morador de Ipanema terem mais sucesso do que as desastradas tentativas do amigo do Pato Donald.

Publicitário por formação, mas cantor, intérprete e engenheiro por vocação, Dayan enumera as criações recém instaladas na residência onde vive há quatro meses: uma gaveta para colocar o lixo na rua, uma churrasqueira com abertura para dentro e fora da casa e uma câmera de vigilância instalada em uma árvore com visão 360º, a qual acessa pelo celular. Agora, a nova invenção extrapolou os limites do alto muro do lar que acaba de construir e ganhou as águas do Guaíba: uma bicicleta aquática.

Ainda considerada um protótipo, a magrela foi moldada durante o feriadão de Carnaval e, depois disso, testada na praia de Ipanema pelo menos três vezes. A engenhoca funciona assim: dois blocos de isopor fazem as vezes de flutuadores, nos quais é acoplada a bicicleta. Automaticamente ao ser encaixado, o pedal toca em uma roda que faz girar uma hélice. Com as engrenagens instaladas, a cada pedalada, o catamarã de isopor se movimenta.
— Já tinha a ideia de fazer uma bicicleta que andasse na água desde criança, afinal o rendimento de um pedalinho é frustrante. Claro que eu não tinha conhecimento para isso e nem mesmo ferramentas, mas depois que me mudei para perto do Guaíba, resolvi retomar o projeto — conta Dayan.
O publicitário reconhece que a criação ainda necessita de ajustes para melhorar a velocidade de uso. Ele pretende pôr botes no lugar dos isopores, que deixarão o veículo mais ágil, por exemplo. Apesar de ter feito todos os testes bem cedo pela manhã, Dayan já chamou a atenção de quem circula logo ao amanhecer pela orla. Questionado sobre uma possível venda do produto, ele garante que a invenção tem por objetivo apenas o uso próprio — um incentivo para a prática de exercícios, que considera tão penosa —, mas já visualiza uma possível finalidade:
— Quero que dê certo porque tenho vontade que as pessoas enxerguem mais o Guaíba como um espaço de lazer e esporte. Tenho a ideia de, no futuro, engajar- me em campanhas que valorizem isso, para evitar a bagunça que toma conta de Ipanema nos finais de semana. Quero que o pessoal se dê conta que o lugar é para isso, e não para incomodar os moradores com o som.

Ligado ao movimento Ipanema, Eu Moro, Eu Cuido, o idealizador da bicicleta aquática considera o barulho dos finais de semana o pior problema da região. Ex- morador do Cristal, Dayan se mudou para Ipanema com a mulher, Calinca Boniatti, na casa que ele mesmo desenhou em um software pela internet, sem ter cursado uma aula sequer de arquitetura. Escondida em uma esquina e protegida por uma grande figueira que cobre parte do terreno, a residência do casal ainda ganha os últimos retoques, mas impressiona pelos detalhes: uma claraboia que dispensa o uso da energia elétrica durante o dia, painéis de energia solar no telhado e, claro, a bela vista para o Guaíba que se sobressai do terraço.

De certa forma, para Dayan e Calinca, a ida para Ipanema simbolizou um retorno ao início do relacionamento, há nove anos: foi no final da rua onde moram que estacionaram o carro para namorar no primeiro encontro. Agora, é lá que constroem seu lar — e suas engenhocas.

Fonte: Zero Hora

BMX E.T.

Foto: Divulgação
O filme E.T. - O Extraterrestre, de 1982, dirigido por Steven Spielberg, conta a história de amizade entre um garoto e um alienígena que está perdido na terra. Uma das cenas mais emocionantes é quando o garoto foge de bicicleta levando seu amigo na cestinha e, de repente, a bike começa a voar. Um dos dublês do filme foi Bob Haro, considerado o pai do BMX Freestyle. Foi esse filme que imortalizou a bicicleta BMX Kuwahara.

A empresa de bicicletas Kuwahara foi fundada em 1918, em Osaka, no Japão, por Sentaro Kuwahara, com a ajuda da esposa e de seus oito filhos. Em 1925 a empresa já exportava as primeiras bicicletas e o negócio expandia. Com as guerras mundiais, a empresa precisou fechar as portas por um tempo, mas em 1947, reabriu. Em 1960, o Sr. Sentaro faleceu e Masao Kuwahara, um de seus filhos, assumiu a presidência da empresa. Na década de 1970, com o boom do BMX, a Kuwahara passou a fabricar suas primeiras bicicletas específicas para a modalidade, exportando para os E.U.A, Canadá, Austrália e mercados europeus.
Foto: Divulgação
Quando Spielberg viu que muitas crianças estavam brincando com bicicletas BMX nas ruas, em todos os lugares, decidiu colocar cenas com essas bikes no seu clássico filme do ET. Um pessoal dele entrou em contato com a Kuwahara, que no início pensou ser um trote. Howie Cohen, o distribuidor da marca nos E.U.A, confirmou o interesse de Spielberg. Logo após assinar o contrato, a Kuwahara passou a fabricar as bikes BMX ET em larga escala.

A cena da bicicleta voando embalou os sonhos de muitas pessoas. Quem assistiu ao filme na infância sabe muito bem disso.

Fonte: Revista Bicicleta por Anderson Ricardo Schörner

Abraão e Brentjens vencem 3ª etapa e estão a 4min dos líderes da Máster da Cape Epic

Na Elite, a dupla Christoph Sauser e Frantisek Rabon foi a vencedora da etapa mais longa da competição

Abraão Azevedo e o holandês Bart Brentjens
Foto: Sam Clark
 A dupla formada pelo brasileiro Abraão Azevedo e o holandês Bart Brentjens venceu nesta quarta-feira (26 de março) a 3ª etapa da ultramaratona Cape Epic, na África do Sul. Com três vitórias na competição (prólogo, 2ª e 3ª etapas), a dupla segue na vice-liderança da Máster, a 3min59s dos líderes, os sul-africanos Shan Wilson e Adrian Enthoven.

A 3ª etapa, com 134km, de Robertson a Greyton, foi a mais longa da edição 2014. Abraão Azevedo e Bart Brentjens completaram com o tempo de 5h28min57s.

Christoph Sauser e Frantisek Rabon na chegada da 3ª etapa
 Foto: Shaun Roy

Na Elite, a dupla formada pelo suíço Christoph Sauser, quatro vezes campeão da Cape Epic, e o tcheco Frantisek Rabon, que vem do ciclismo, foi a campeã, com o tempo de 4h53min34,7s.

A chegada foi disputada com os alemães Markus Kaufmann e Jochen Kaess, que marcaram 4h53min34,9s.  Robert Mennen e Kristian Hynek ficaram em 3º, com o tempo de 4h53min36,4s.

Pelotão no percurso da 3ª etapa, a mais longa da edição 2014
Foto: Shaun Roy
Na classificação geral, Mennen e Hynek estão na liderança, com vantagem de 9min26s sobre Karl Platt, tetracampeão da Cape Epic, e seu companheiro de equipe, o suíço Urs Huber. Sauser e Rabon estão em 3º, a 9min41s.

Mais resultados no site oficial
Fotos de divulgação / Cape Epic/Sportzpics

XTERRA ESTREIA RANKING DE MOUNTAIN BIKE

Divulgação/Tiago Diz
Tradicional pela prova de Triathlon, o XTERRA TOUR 2014 começa a temporada apostando as fichas também no MTB CUP. Destinada aos apaixonados por mountain bike, a prova entrou de vez no calendário do maior circuito de cross country do país. A modalidade terá um inédito ranking com cinco etapas disputadas ao longo de 2014.

Assim como outras categorias, o MTB CUP contará pontos para a classificação ao final da temporada. A estreia será no XTERRA Paraty, que acontece nos dias 12 e 13 de abril, e também valerá para o ranking da Confederação Brasileira de Ciclismo (CBC). A prova distribuirá prêmios no valor de R$ 10 mil e dois atletas olímpicos já estão confirmados: Lukas Kaufmann e Roberta Stopa. As inscrições seguem abertas no site xterrabrasil.com.br.

Os cerca de 200 aventureiros do MTB (entre elite e amadores) passarão por trilhas cobertas por vegetação de Mata Atlântica e também pelas ruas de pedra da Cidade Histórica em um percurso de 47km e trechos que chegam a ter 300 metros de elevação. A etapa de Paraty terá ainda corridas de 7km, 21km e 50km, Triathlon e Mini Corrida.

"Nossa expectativa para a estreia em Paraty era a melhor possível e nossos guerreiros, mais uma vez, não nos decepcionaram. Para deixar a prova ainda mais atrativa, além do percurso alucinante e da maior premiação do circuito, credenciamos a modalidade na CBC para trazer um incentivo ainda maior aos atletas. Agora é esperar o show”, disse Bernardo Fonseca, CEO da X3M Sports Bussiness, empresa que organiza o circuito XTERRA.

Ex-praticante de Rally, Daniel Florêncio conheceu o mountain bike depois de sofrer um grave acidente de moto em 2008. E garante que se apaixonou de cara pela modalidade que irá disputar em Paraty.

"Em 2008, disputando o Campeonato Capixaba de enduro, fraturei o fêmur depois de bater em uma árvore. Após meses me recuperando, eu continuava mancando e precisava fazer algum esporte para recuperar a forma física, mas não conseguia correr e nem fazer longas caminhadas. Então o ortopedista me recomendou fazer exercício em uma bicicleta ergométrica, mas eu achava estressante por ser muito repetitivo. Sem ele saber, comprei uma bike e comecei a pedalar em 2009. Depois disso, juntei a técnica que já tinha com a moto e me apaixonei pelo esporte", completou.

Neste ano, o XTERRA BRAZIL TOUR terá um total de dez etapas, passando por locais como Manaus (AM), Costa Verde (RJ) e Tiradentes (MG). Em junho, a paradisíaca Ilhabela (SP) sediará uma das etapas do XTERRA WORLD TOUR 2014.

PROVAS DO XTERRA PARATY
O maior festival de esporte outdoor do mundo chega pela primeira vez à cidade do litoral carioca. As belezas naturais do município de Paraty prometem tornar o percurso de todas as modalidades, além de desafiador, uma grande inspiração para os atletas do XTERRA TOUR.

TRIATHLON
A prova é válida para o ranking do XTERRA Brazil Tour 2014. Os atletas irão nadar 1,5km, pedalar 29km e correr 7,5km.

MTB CUP
A prova vai marcar o início do circuito XTERRA MTB CUP, que vai contar com o novo modelo de ranking. E a primeira prova do ano já começa em grande estilo: os atletas vão disputar uma premiação total de 10 mil reais.

NIGHT RUN 7km
Correr no XTERRA Paraty vai ser a oportunidade perfeita para os amantes e iniciantes do esporte off road. O clima ameno junto à paisagem histórica da cidade vai tornar o percurso ainda mais especial.

NIGHT RUN 21km
A etapa que marca o início do novo ranking vai proporcionar aos atletas o clima xtreme que só os guerreiros XTERRA conhecem. Uma prova ideal para atletas mais experientes.

ENDURANCE (50km)
Pelo segundo ano consecutivo em parceria com a The North Face. Uma das modalidades mais desafiadoras do circuito. São ultramaratonas que exigem resistência e estratégia de todos os atletas que desejam completar os surpreendentes percursos.

KIDS MINI CORRIDA
Uma corrida infantil aberta aos novos guerreirinhos. É diversão garantida para os pequeninos de 1 a 13 anos de idade. Idealizada como uma corrida de perfeita harmonia com a natureza, a disputa é simbólica e todos ganham medalha. Uma ótima forma de entretenimento ecológico e integração esportiva para as crianças.

Mais informações:
www.xterrabrasil.com.br

Scott Brasil distribui adesivos personalizados aos fãs de ciclismo


Personalizar a sua bicicleta assim como o multicampeão suíço Nino Schurter, um dos maiores nomes do mountain bike mundial. Já imaginou algo parecido? Pois é isso o que pode acontecer aos apaixonados por bicicleta que forem à primeira etapa da Copa Internacional de MTB, no próximo final de semana (21 a 23 de março) em Araxá-MG, e passarem no estande da Scott Brasil.

Com a promoção Adesivos Personalizados, os fãs de bike ganham um adesivo com o próprio nome para colar na bicicleta. A ação, que já foi realizada no ano passado, é bastante simples: basta passar no estande da Scott e dar o seu nome – os adesivos ficam prontos durante o próprio evento, a partir das 10h30 de domingo.

“É uma maneira de aproximar os fãs de mountain bike dos ídolos, como o Nino Schurter e o Odair Pereira, que possuem adesivos personalizados com seus nomes. Além disso, todo mundo gosta de ter algo único, que é exatamente o que o adesivo traz: um detalhe de exclusividade na bike”, explica Jannis Marna, coordenadora de marketing da IGP Sports, distribuidora exclusiva da Scott no Brasil.

A primeira etapa da Copa Internacional de MTB será realizada na cidade mineira de Araxá de 21 a 23 de março.

Fonte: Scott Brasil

domingo, 23 de março de 2014

Pedal Ciclo Mania: Percurso Médio da MTB do Trabalhador

E começamos o domingo com muita alegria e disposição para enfrentar as trilhas de nossa região e hoje vamos fazer o percurso da Corrida do Trabalhador que acontecerá no dia 1º de Maio em nossa cidade e que vai contar com a participação dos melhores atletas de nossa cidade, que por sinal irão se esforçar ao máximo para deixar o primeiro lugar em Santa Cruz.

Confiram as fotos do passeio de hoje enquanto a gente vai organizando esta postagem.















































































































































































































Na próxima aventura contamos com sua presença também!