Subscribe:

.


terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Esteja pronto para pedalar na chuva

Foto: comadres2ponto0
Na estação de verão os dias de sol intenso são entremeados por dias chuvosos. É garantido que durante alguns períodos do dia ensolarado enfrentemos chuvas muito intensas e dias com chuva moderada durante todas as horas do dia.

Para quem gosta de treinar e não perde um dia sequer, e para aqueles que usam bicicletas como meio de transporte, é fato que cedo ou tarde irão se confrontar com a chuva.  Com um pouco de conhecimento e o equipamento apropriado, pedalar na chuva pode realmente ser uma experiência agradável.


1- Roupas

É importante manter-se seco e quente. Use colete ou jaquetas impermeáveis com a parte das costas mais longa cobrindo a região do quadril.

Dê preferência a roupas claras de cores fortes como verde, amarelo, vermelho e que sejam refletivas. A chuva reduz a visão dos motoristas. Roupas de cores chamativas e refletivas ajudarão os motoristas a vê-lo mais rapidamente.

Cubra seus calçados com botas de neoprene para isolá-los. De preferência às luvas completas, com dedos cobertos e que seja resistente a vento e seja impermeável.

Lembre-se, seu corpo transpira chova ou faça sol, assim sua jaqueta e vestuários devem ter áreas de respiro, do contrário vai transpirar e ficar molhado por dentro com o próprio suor.

2- Óculos

Óculos são essenciais para a sua proteção. Ao pedalar na chuva, de preferência as lentes transparentes ou amarelas que aumentam a visibilidade.  Use um produto “anti-fog” para que os óculos não embaçem.

3- Poças de Água e Arco Iris de Óleo

A superfície de asfalto fica muito deslisante e muito perigosa logo após o inicio da chuva. Fique muito atento. Pedale com velocidade inferior a que está acostumado pedalar.

Desvie de poças d’agua. Elas podem esconder buracos, sugeiras, pregos e outras surpresas inconvenientes.


Fique atento aos espelhos de água com mancha de óleo, que formam um arco-íris. São extremamente perigosas com grandes chances de derrapagem.

Evite os cantos da rua onde há acumulo de sujeira como caco de vidro, arames de pneu causando furos e paradas desagradáveis.

Evite pedalar sobre as faixas brancas e amarelas cuja pintura é mais lisa que o asfalto e consequentemente mais derrapante.

Evite pedalar sobre tampas de bueiros, olhos de gato, tartarugas, ou qualquer outra superfície metálica, a combinação de pneu molhado com estas superfícies aumenta as chances de queda.

4- Cuidado com as pastilhas de freio

A mistura de água e grão de areia é a melhor combinação para o desgaste da pastilha de freio. Esteja sempre com as pastilhas verificadas. Se tiver que enfrentar um longo período de chuva, tenha sempre a mão pastilhas sobresalentes.

5- Cuidado com as curvas

Curvas na chuva podem ser complicadas e perigosas. Reduza a velocidade e mantenha a bicicleta mais na vertical evitando efetuar curvas muito fechadas.

6- Paralamas

Em apenas 10 metros de pedalada um fino fluxo de água deixará sua roupa imunda. Instale pára-lamas em ambas as rodas. Ele irá quadruplicar seu fator de conforto e manter sua visão e roupas limpas. Há inúmeros modelos nas lojas especializadas.

7- Corrente Lubrificada

Use um lubrificante espesso para a corrente. É melhor ter uma corrente que requer limpeza do que uma corrente que arrebente com o resecamento e ferrugem.  Lembre-se que, para que o lubrificante penetre nos elos da corrente é necessário que a mesma esteja completamente seca e limpa quando aplicá-lo.

8- Pneus

Não encha demais os pneus. O Excesso de pressão deixa os pneus com pouca aderência ao piso, causando escorregões em curvas e frenagens.

Na chuva os pneus furam com maior facilidade devido a sujeira acumulada pela própria chuva. Tenha consigo camera de ar de reserva além do kit de remendos e ferramentas adequadas.

9- Ilumine-se

Deixe todo mundo saber que você está lá. A chuva forte e o brilho dos faróis reduzem visão dos motoristas, por isso é fundamental lançar mão de muitas luzes brilhantes sobre o selim, guidão, capacete e costas (mochila).

Ser visto é a sua prioridade!

10- Bicicleta para dias de chuva

Foto: blog do ciclista
Pode parecer absurdo, mas não é, o melhor investimento que você pode fazer é ter uma bicicleta dedicada para os dias de chuva.  Prepare a bicicleta com todos os acessórios necessários, paralamas, luzes, pneus especiais para terrenos molhados, em fim tudo o que puder para o melhor conforto e segurança. Não precisa ser uma bicicleta nova, pelo contrário, caso não tenha uma bike antiga procure por uma usada que possa ser preparada para estes longos períodos de chuva. É melhor fazer este tipo de investimento do que submeter a sua bicicleta de corrida ou lazer aos desgastes dos dias molhados.

Fonte: Ciclo Femini por/ Claudia Franco

0 comentários:

Postar um comentário