Subscribe:

Parceiros

.


sexta-feira, 14 de abril de 2017

Padalada da Paixão 2017

E de repente... estamos aqui, de volta para participar de mais uma Pedalada da Paixão.

Preparação antes da saída na Hill Bikes
  Com a rapidez que o tempo está passando, até parece que foi ontem que vivenciamos esta mesma alegria ao lados de velhos e novos amigos.

A PEDALADA DA PAIXÃO, evento tão esperado por todos os amigos que amam pedalar, seja que modalidade for. 

Todos se preparam para fazer bonito e marcar presença neste evento que a cada ano que passa, só aumenta em quantidades de participantes e qualidade nos eventos realizados pelas empresas do ramo de bicicletas e também por grupos do ciclismos que juntam a galera e partem para esta aventura de várias cidades da região.

Destacamos aqui Santa Cruz do Capibaribe que levou centenas de amigos das mais diversas idades e dos mais variados níveis que fizeram bonito e se confraternizaram independente de qual turma ou equipe estavam participando.

Há seis anos que participo da Pedalada da Paixão e sempre acompanho a turma da HILL BIKE por me entrosar mais com a turma que desde o inicio de minhas pedaladas acompanho nos pedais da vida.

Mais uma vez a HILL BIKE  seguiu a risca o predeterminado e deu toda assistência aos participantes de sua pedalada com carro de apoio na ida e na volta para aqueles menos preparados, ambulância, vários pontos de apoio durante os 55km até Fazenda Nova, onde se encontrava o ponto de chegada para que os amigos pudessem comemorar a vitória de ter concluído o percurso com muitas frutas para repor as energias para a volta pra casa.

Dentre as muitas turmas de pedal que estavam presentes, destacamos a do turma do CICLO MANIA que sempre está presente apoiando e divulgando os mais variados eventos relacionados a bikes.

Também tivemos IRAM BIKE que novamente levou sua galera com todo apoio necessário sem deixar nada a desejar.

A galera do ONDE É O PEDAL? não poderia faltar e se uniu para fazer o seu pedal sem pressa e sem stress, todos juntos e misturados.

AMIL BIKE também fez bonito e levou seu bloco pra avenida, ou melhor, para a estrada.

Registramos alguns momentos do pedal de hoje e trazemos a seguir

Mulheres presentes mostrando sua força e dando exemplo
Ponto de partida na HILL BIKES onde a turma se confraternizou na saída.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 
  
Equipe de apoio dando mais segurança ao evento
 

 

 

 

Turma do brejo da Madre de Deus presente no pedal da Hill Bikes

 

Eu com meu primo Laércio do Brejo, grande incentivador do pedal
Estrada a fora, vamos seguindo rumo a Fazenda Nova

 

 

 

 

 

 

 

 

Apoio acompanhando a galera por todo percurso

 

 

 

 

Turma ONDE É O PEDAL?  junto e misturado com Gyba Trilha


Não esquecer de fazer aquela oração pedindo proteção a todos
os ciclistas que pegaram a estrada para que mal nenhum aconteça

 


E vamu simbóra que lá vem a chuva...

 

 

 

Devido a chuva que graças a Deus caiu durante nossa ida até próximo a Toritama, algumas fotos ficaram molhadas e não prestaram. pedimos desculpas a  que saiu na foto, mas não saiu aqui no blog.

Passada a chuva e após uma "limpada" básica no equipamento fotográfico, continuamos a registrar nossa viagem quando nos deparamos com pontos de apoios da Hill Bike e Iram Bike.

Logo após Toritama a Hill Bike está pronta para receber a galega que precisa de algum tipo de apoio.

Primeiro ponto de apoio da Hill Bikes

 

 

 

Mais a frente a Iram Bike também montou seu stand de apoio para que seus parceiros tenham toda estrutura necessária disponível.

Toda essa estrutura serve de incentivo para que muitos iniciantes marquem
presença na PEDALADA DA PAIXÃO

  

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Parte do percurso realizado, chegamos ao Lampião. Lugar que para muitos é um desafio a ser quebrado chegar aqui. aos ciclistas de primeira viagem, a meta inicial é chegar no Lampião, e a partir daí tudo é felicidade e prazer.

Parada obrigatória para aquela tradicional foto em frente ao cangaceiro

 

 

 

 

 

Durante nossa viagem, nos deparamos com vários casais que se uniram para irem juntos a Fazenda Nova, Foi bonito ver os esposos incentivando as companheiras na prática do pedal. Destacamos este casal abaixo, Paulinho Ramos e sua esposa Nataly para representar todos os outros casais que estavam juntos e unidos na Pedalada da Paixão, abrilhantando o evento e mostrando que pedalar junto, é muito mais gostoso.

Parabéns pelo incentivo a esposa no pedal
Parada em Itaúna como é de costume para conversar um pouco sobre o que passamos até aqui, reencontrar os amigos antes da parada final e comer alguma coisa. A parada até que foi legal, mas o resultado posterior não foi muito satisfatório para mim, vida que segue...

 

 

 

Enquanto paramos ali e observávamos o movimentos, eis que passa o determinado Raí Vitorino que saíra ás 23:00h da noite anterior com destino a Fazenda Nova caminhando juntamente com outros determinados guerreiros.

 

Até que não foi tão cansativo quanto a primeira vez que fiz este percurso há seis anos atrás. Chegamos a Fazenda Nova por volta das 9:30 

Mais uma vez marcando presença na
PEDALADA DA PAIXÃO

 

 

Voltar pra casa é preciso, e desta vez alguns amigos preferiram voltar pelo mesmo caminho que vieram e assim a turma se dividiu entre os que voltaram pelo asfalto e os que vieram pelas novas trilhas, por estradas mais pesadas cruzando serras e trechos mais difíceis e duros. O que não quer dizer que foi sofrido, pelo contrário, foi uma volta gostosa e de muito prazer vivenciando o que o mountain bike nos proporcionam.

 

 

 

 



 

 

 

 



Parada obrigatória para o verdadeiro pitstop.. ninguém é de ferro e após 70km de pedal, uma boa refeição é sempre bem vinda.


Uma fanta acinturada, gelada e gostosa.. até q desceu fácil

 


Todos com as forças renovadas, agora sim, vamos pra casa com mais disposição.

 



 



 



 



 



 



 

Depois de subir Seu Naé, ás 11:30, bateu aquele cansaço

 

 

  

 


Ufa... Agora é só comemorar e agradecer mais uma missão cumprida. mais um pedal realizado com os amigos na proteção de Deus, onde nada saiu do controle e tudo foi perfeitamente tranquilo e na paz.

Última parada antes de cada um pegar o seu destino final, que é sua casa, seu lar. Todos chegaram bem... cassados, mas bem. Isso é o que importa. viver mais um dia entre amigos curtindo a natureza e fazendo aquilo que mais se gosta. cada um do seu jeito, com suas limitações, suas disposições, mas com um único objetivo que é viver de maneira saudável.

 

 

 

É isso pessoal, fazer o que te faz bem, o que te dá prazer. Nós gostamos de pedalar, fazer novas amizade e dá boas risadas. É sofrido? Ás vezes sim, pois os caminhos nem sempre são fáceis de encarar. Mas isso é o bom do pedal. Se superar a cada dia, a cada dificuldade.

Quantos agora não estão contando vitórias e felizes consigo mesmo por terem conseguido não apenas a primeira meta que era chegar no Lampião? Mas sim completar os 90km de todo percurso. Dizer que é fácil, não é. Mas é possível, desde que você acredite em você mesmo e confie que se você quiser, ano que vem estará conosco fazendo a sua estória acontecer;

 


 

 

PARABÉNS A TODOS!

Esta postagem teve o apoio de: 

Visite:Facebook

0 comentários:

Postar um comentário