Subscribe:

Parceiros

.


quinta-feira, 4 de julho de 2019

Faça seu próprio bikefit: Saiba a melhor postura para a bicicleta.

Para que se tenha uma melhor postura na bike, um melhor rendimento e também previnir possíveis e futuras lesões, segue algumas dicas à aqueles que pretendem otimizar ainda mais seu desempenho. Estudos publicados relatam que uma melhor postura e ajuste na bike pode aumentar em até 30% a performance do ciclista. Temos que ter cuidados, pois hoje há muitos programas de computador que prometem resolver seu problema, mas o incinveniente é que estes programas não levam em considereção o tamanho da bike, altura so selim e guidon, tamanho do pé de vela, dentre outros.

Uma bike mais ajustada a você, fará com que você previna lesões, tais como: tendinite patelar, fascíite plantar, tendinite da pata de ganso, fascíite plantar, lombalgias, dores nos ombros.

O que é o bikefit? - Nada mais é do que ajustar a bike em relação a posição do seu corpo.

Veja algumas dicas que vão fazer com que você tenha uma melhor adaptação do seu

corpo em relação com sua bike.


Teste 1: deitado no chão traça-se um anglo entre fêmur e o tronco.

Teste 2: joelho dobrado o mais próximo do peito.

Quanto de flexibilidade o ciclista tem no momento da pedalada? - Tendão patelar tem que estar alinhado com o metatarso (um pouco antes das pontas dos dedos ) e, consequentemente, na mesma linha do eixo do pedal.

Teste 3: Com o ciclista montado sobre a bike com ambos os pés clipados nos pedais, uma das pernas deve ficar com o pedal bem paralelo ao solo.

O ângulo formado entre o fêmur, a fíbula e a tíbia é analisado. Para um ciclista que gira bastante os pedais (spinner), esse ângulo vai ficar ao redor dos 35 graus. Já para quem pedala mais travado (smasher), um ângulo de 25º é o ideal. Esses ângulos são alterados, mexendo-se cuidadosamente na altura do selim.

Teste 4: Tendão patelar fique alinhado com o metatarso e, consequentemente, na mesma linha do eixo do pedal.

Mas atenção, ângulo entre fêmur e tronco: menor que 60 graus.

Defeitos posturais na Bike

- Selim alto demais: faz com que a pedalada fica quebrada e perde eficiência. O ciclista rebola quando visto por trás.

- Selim baixo demais: Além de não produzir a energia ideal, um selim muito baixo pode acarretar lesões, pois recruta outros grupos musculares.

- Selim muito para frente: durante a pedalada o joelho passa da linha do eixo do pedal e pode provocar dores no tendão patelar.

- Selim muito para trás: Pode gerar dores na panturrilha, logo atrás do joelho.

- Taquinho muito para frente: haverá menos apoio na base do pé do ciclista. Fora do alinhamento do metatarso, há perda de força na pedalada.

- Taquinho muito para trás: A pedalada passa a ter como base o meio do pé e pode acarretar dores na sola.

- Taquinho aberto ou fechado: Pode acarretar lesões nos ligamentos cruzados posterior e anterior do joelhos. A maioria dos problemas de ligamento vem de um taquinho mal posicionado. Síndrome da Banda ílio Tibial.

Fotos: Artes Webventure

0 comentários:

Postar um comentário