Subscribe:

Parceiros

.


quinta-feira, 1 de fevereiro de 2018

Aos 106 anos, Robert Marchand decide finalmente encostar a bicicleta

Ciclista francês vai reformar-se depois de bater vários recordes. Mas continua a pedalar na sua bicicleta estática.

Robert Marchand pedalou 22.547 quilómetros numa hora no
velódromo nacional em Saint-Quentin-en-Yvelines, em Janeiro de 2017
Foto: REUTERS/JACKY NAEGELEN
Robert Marchand, um ciclista francês de 106 anos, vai finalmente reformar-se, informaram amigos à AFP. Após a conquista de vários recordes, o ciclista continua a pedalar na sua bicicleta estática no apartamento onde vive no nordeste de Paris.

Em Janeiro de 2017, Marchand pedalou 22,547 quilómetros numa hora no velódromo nacional em Saint-Quentin-en-Yvelines, Paris, batendo um novo recorde para o seu grupo etário, apesar de a categoria ter sido criada especialmente para si e não ter, portanto, adversários. “Os médicos não querem que ele continue a fazer estes esforços”, disse Christian Bouchard, vizinho do ciclista.

Em 2014, conseguiu pedalar 26,927 quilómetros numa hora, o recorde para ciclistas acima dos 100 anos de idade. Em Agosto do ano passado, ganhou o campeonato mundial de corridas de estrada na categoria de mais de 105 anos, apesar de, mais uma vez, não ter competição.

No entanto, a tentativa de mais um recorde “significa muita pressão e muitas exigências”, refere Alain Gautheron, presidente do clube Cyclos Myrtriens em Mitry-Mory, do qual Marchand é sócio. “Se ele pedala, deveria fazê-lo para relaxar, apenas por prazer”, acrescenta.

Nascido a 26 de Novembro de 1911, Robert Marchand foi bombeiro, produtor de cana-de-açúcar, comerciante de vinhos e agricultor, na cidade francesa de Amiens, numa vida que atravessou as duas guerras mundiais.

O antigo campeão nacional de ginástica e boxe ainda viajou de mochila às costas pela Venezuela e pelo Canadá. Marchand atribui a sua forma física excepcional actual ao exercício, “muita fruta e vegetais”, não muito café nem cigarros, e “muito pouco álcool”.

Fonte: publico.pt

0 comentários:

Postar um comentário