Subscribe:

.


sexta-feira, 16 de março de 2018

Cape Epic 2018 - Detalhes do Percurso

Todos os anos, a organização do Cape Epic presenteia os competidores com um verdadeiro banquete de superação, técnica, força e sofrimento traduzidos na forma de oito etapas que, nesta edição, levarão os atletas por um total de 658 km de distância, com 13.530 metros de subidas acumuladas.

A competição começa no dia 18 de março

Prologo
Como de costume, o Cape Epic começará com um prólogo no formato contra-relógio. O percurso será recheado de subidas inclinadas espalhados ao longo de 20km de puro "estoura peito". Para completar, os atletas descerão o Plum Pudding pouco antes da chegada. 

Etapa 1
Com 110km e 1900 metros de escalada, a primeira etapa de maratona cruzará trechos com muitas pedras e raízes, tanto em single quanto em estradas mais abertas. O maior desafio do dia será a subida do Takkap, posicionada pouco antes da metade do percurso.

Etapa 2
Em um dia repleto de subidas e descidas, os atletas percorrerão mais 110km com 2000 metros de escaladas. Depois de 82km percorridos com muito sobe-desce, os ciclistas entrarão em um single de 10km batizado de Bosvark, o desafio técnico do dia.

Etapa 3
Por ser uma etapa de transição, o terceiro dia de prova será o mais longo deste Cape Epic, com nada menos do que 122km e 1800 metros de escaladas. Para aliviar, o terreno não o mais técnico, mas os desafios de pilotagem certamente estarão presentes. O ponto mais desafiador é a Penn Hill, uma topo brutal de 3.5km que vem depois de uma escala de 12km. 

Etapa 4
A Etapa Rainha desta edição terá duas das subidas mais duras do Cape Epic e muitos quilômetros de single. Ao todo, serão 111km com 1800m de escaladas, sendo o trecho mais técnico o Goudini Spa, uma nova trilha construída especialmente para a prática do MTB.

Etapa 5
Um estágio curto, com 1430 metros de escaladas comprimidos dentro de apenas 39km. Com certeza será uma etapa explosiva do começo ao fim, com escaladas de 5, 13 e 22km posicionadas de forma consecutiva. A última delas, o Seven Peaks, vem logo antes da descida em single do Cool Runnings, o trecho mais técnico do dia - por conta da explosividade e do cansaço acumulado, trata-se de um dia em que o jogo pode virar rapidamente.

Etapa 6 
O penúltimo dia de competição terá 76km e 2000 metros de subidas. O dia promete escaladas duras e descidas "divertidas" - segundo a organização. A subida do Green Mamb é longa e inclinada, oferecendo um grande obstáculo para os competidores. Porém, o desafio técnico do dia será o Cheese Grater - uma descida de alta velocidade nas regiões mais remotas do vale Welvenpas.

Etapa 7
Finalizando a competição, teremos mais um dia extremamente duro, com as subidas começando logo depois da largada. Com menos de 20km de prova, os ciclistas deverão chegar ao topo do Hawaga climb, que sobe 450m em menos de 6km. A descida do Bone Rattler (chacoalhador de ossos), quase no final da etapa, é o desafio técnico do dia. 

Mais informações no site oficial do Cape Epic.

0 comentários:

Postar um comentário