Subscribe:

Parceiros

.


segunda-feira, 8 de agosto de 2016

Box Components prepara grupo 1X para concorrer com Shimano e Sram

Quando falamos em grupos para MTB, imediatamente ficamos restritos a praticamente duas marchas: a americana Sram e a japonesa Shimano. É bem verdade que alguns outros fabricantes também atuam neste mercado, mas a realidade é que a maior fatia do bolo pertence as duas marcas citadas. Porém, com a chegada de um novo grupo da Box Components, um conhecido fabricante de componentes de BMX, este cenário pode começar a mudar um pouco

Câmbio traseiro Box One: Foto: Instagran / Reprodução
Embora seu lançamento esteja previsto para o inverno no hemisfério norte, o grupo batizado de Box One já não é uma completa novidade, sendo que seus primeiros protótipos datam de 2013. Todavia, depois de dois anos de desenvolvimento, os componentes estão prestes a ganhar as prateleiras.

Cassete Box One: Foto: Instagran / Reprodução

Coisas diferentes
Uma das partes mais interessantes do drivetrain da Box é o trigger shifter acionado por apenas um botão. Diferente dos antigos trocadores trigger Shimano com apenas um botão que eram comuns no passado, o trocador da Box deve ser pressionado para frente para subir o câmbio pelo cassete e apertado para dentro para descer - um movimento bem diferente do que estamos acostumados.



Segundo o fabricante, o grupo estará disponível nas versões 10 e 11 velocidades e utilizará cassete e pedivela com coroas da marca. Curiosamente, eles oferecerão um trocador dianteiro para grupos com mais de uma coroa, mas não um câmbio dianteiro.


O câmbio traseiro possui uma enorme alavanca atrás, indicando uma relação grande de puxada de cabo - a Box chama esta tecnologia de PivotTech. Como era de se esperar de um câmbio 1X, ele possui um sistema de embreagem por fricção para controlar o movimento da corrente. Além disso, o fabricante oferece diversas opções de coroas e cassetes.

Freios
Com 4 pistões (dois de 17mm e dois de 14mm), o freio da Box mira no mercado de trail. Isso quer dizer que, provavelmente, ele não é nem leve o suficiente para o corredor de XCO e nem robusto o suficiente para o Downhill - porém, deve servir bem para uma ampla gama de usuários.

O freio possui dois ajustes eternos: alcance do manete e ponto de contato. Ainda não temos informações sobre tamanhos de rotor e compatibilidade das pastilhas. Infelizmente o fabricante também não divulgou nem pesos nem preços dos componentes.

Confira o funcionamento do grupo

0 comentários:

Postar um comentário