Subscribe:

Parceiros

.


segunda-feira, 30 de janeiro de 2017

Bicicletas de alta performance não precisam de discos, diz Fausto Pinarello

Certamente, a Pinarello é uma das mais conceituadas e modernas marcas de bicicletas do mundo. Com modelos como a nova e super aerodinâmica Dogma F10 e a Dogma K8-S, uma estradeira com suspensão traseira, o fabricante italiano não parece ser muito resistente a inovações tecnológicas. Porém, quando o assunto são os freios a disco, a coisa muda um pouco de figura.


Segundo o site Cyclingnews, Fausto Pinarello, CEO da marca, o fabricante não pretende incluir freios a disco em seus modelos de altíssimo rendimento, mesmo que alguns modelos da Dogma F8 sejam equipados com a tecnologia. Isso porque, segundo Fausto, os discos não trazem vantagens para competidores.

"No momento, não achamos que bicicletas de alta performance precisam de freios a disco. No futuro talvez, mas provavelmente com outro sistema de frenagem. Não sei qual ainda, talvez algo com o disco no quadro ou algo assim", disse.

"Acho que quem precisa de discos são pessoas pesadas ou com medo de descidas longas. Nestes casos, freios a disco poderiam ajudar, mas os profissionais não precisam deles. Temos 30 ciclistas na Sky e se todos eles vierem me dizer que eles precisam de discos, aí tudo bem. Mas não acho que seja o caso. E se chover, eles simplesmente vão um pouco mais devagar", explicou.

Recentemente, a Pinarello vendeu a maioria das suas ações para a LVMH Moët Hennessy, o mesmo grupo que controla nomes como Louis Vuitton, Moët & Chandon e Bulgari. Com a milionária injeção de dinheiro, a Pinarello planeja expandir sua presença no mundo com a construção de Lojas Conceito.

0 comentários:

Postar um comentário