Subscribe:

Parceiros

.


quarta-feira, 23 de abril de 2014

As Vantagens Mentais de se Pedalar!


Pedalar, trabalhar, pedalar…É o que faz todas as manhãs a neurocientista canadense PHD Brian Christie, que vai de bike até a academia para um treino de 45 minutos, e depois pedala até o seu local de trabalho. Segundo ela, com esta rotina, quando chega a sua mesa de trabalho seu cérebro está no pico máximo de atividade por algumas horas, facilitando em muito o foco e a concentração em suas atividades do dia. E quando ela percebe que o pico está baixando, ela parte para mais uma sequência de atividades físicas, no caso o “spinning”, recuperando o pico anterior.

Cientificamente, já é sabido a algum tempo que uma rotina de repetição de exercícios tende a favorecer em muito a atividade cerebral. Em um estudo recente publicado no “Journal of Clinical and Research Diagnostic”, os cientistas descobriram que as pessoas pontuaram mais em testes de memória , raciocínio e planejamento após 30 minutos de “spinning” em uma bicicleta estacionária, em comparação aos mesmos testes realizados antes de pedalarem . Elas também completaram os testes mais rápido depois de pedalar .

Segundo Christie, ” o exercício é como fertilizante para o seu cérebro . Todas aquelas horas passadas “girando seus pedais” criam ricos vasos capilares, não só em seus quadríceps e glúteos , mas também em sua massa encefálica. E mais vasos sanguíneos em seu cérebro e músculos significa mais oxigênio e nutrientes para ajudá-lo a trabalhar”

Quando você pedala , você também força mais as células nervosas ao “seus limite”. Quando estes neurônios são ativados, eles intensificam a criação de proteínas, tais como o “fator neurotrófico derivado do cérebro” (BDNF) e um composto chamado “cuca” (acredite se quiser!), que promovem a formação de novas células cerebrais, dentre outras vantagens.

O resultado é que você dobra ou até triplica a produção de neurônios,ou seja, literalmente você constroi o seu cérebro”, diz Christie . Pedalando, você também libera mais neurotransmissores (os “mensageiros entre as células do cérebro) para que todas essas células, novas e velhas, possam se comunicar umas com as outras para um melhor e mais rápido funcionamento.

Esse tipo de crescimento é especialmente importante a cada ano que vivemos, pois na medida em que envelhecemos, nosso cérebro encolhe e nossa conexões nervosas vão enfraquecendo . “ O exercício restaura e protege o cérebro,” diz Arthur Kramer , PhD, um neurocientista da Universidade de Illinois. ” Nossa pesquisa constatou que, depois de apenas três meses, as pessoas que se exercitaram tiveram o volume do cérebro comparado a pessoas três anos mais jovens que elas “, diz Kramer, referindo-se a um estudo que examinou os cérebros de 59 voluntários sedentários , com idades entre 60 e 79 anos, e que tanto realizaram um programa de exercícios quanto estavam inativos por seis meses.

Um cérebro maior e  mais conectado simplesmente funciona melhor. “Os adultos que se exercitam apresentam uma memória visual mais sofisticada, níveis de concentração mais elevados, pensamento mais fluido e maior capacidade de resolução de problemas do que aqueles que são sedentários “, diz Kramer

Fonte: Eu Vou de bike

0 comentários:

Postar um comentário