Subscribe:

.


domingo, 25 de dezembro de 2016

Pedal Ciclo Mania: Confraternização dos Bikes de Santa Cruz

O GRANDE ENCONTRO

Encontro de amigos que amam pedalar.
Aconteceu na tarde deste sábado o grande encontro dos ciclistas de Santa Cruz e Região.

Foram mais de cinquenta bikers que se fizeram presente no Bar da Pedra para se confraternizarem e se despedirem com chave de ouro de 2016.

Depois de um ano com muitas competições, tensão, sofrimento e disputas acirradas, desta vez o suor foi derramado com alegria e amizade, onde todos participaram num clima descontraído e amigável.

  

Saindo de São Domingos e pegando a estrada
 

 

 

 

  

 

  

 

 

Imprevistos sempre acontecem no caminho,
mas sempre estaremos dispostos a ajudar no que for preciso 

 

 

Imagens de nossa região sofrida

  

 

  

 

Chegando ao Logradouro, pegamos o estradão com vento forte rumo ao Bar da Pedra

 

 

Chegando ao bar da pedra, as boas conversas e a interação dos bikes era presente, quando mais de cinqüentas amigos
Ciclistas se encontram para se confraternizarem

 

  

Marcando presença com nosso amigo Suel, (Pipo)

 

  

 

   
Parte da turma que se fez presente
  

 

Apesar do suor e do cansaço, sempre vale a pena está junto.

 

 

 

Eu e Jânio, que também é um incentivador do ciclismo com sua turma
ONDE É O PEDAL?
 

 

Esta imagem mostra a amizade que há entre os ciclistas
Muitos momentos bons vividos entre amigos que durante todo o ano sorriram, sofreram, subiram e desceram nos tantas trilhas realizadas. Passamos por asfaltos apenas para soltar a musculatura num breve pedal, esticamos o treino subindo mais de mil  metros e jurando nunca mais voltar ali, a exemplos dos pedais "leves" passando por Lagoa de Farias e cortando para o Silva, onde era apenas o começo da subida, pois ainda teria o Cume ou Corrente Grande.

Muitos destes pedais serviam para tirar o estresse do dia dia ou tentar esquecer algum problema que estávamos passando naquele momento. E não é que dava certo.

Pneu furou? Siiim! E não foram poucas as vezes que paramos o pedal, esfriamos e até reclamamos quando isso acontecia. Mas isso é apenas uma forma de unir e aproximar os amantes do esporte, pois são nessas horas que percebemos que estamos sempre sujeitos a precisar do próximo e principalmente, que o próximo precisa de nós. Seja que circunstância for.

Quantas vezes você passou por isso?
Depois de tanta alegria, o bom é voltar pra casa certos de que valeu a pena e que tudo deu certo.

  


 

Parou!! Olha a porteira!
Parar é preciso, principalmente quando alguns dos amigos se perdem no caminho.

 

Lula, cadê você?!?! Achamos o Lula, será que foi ele que nos achou? enfim, vamos em frente.

 

 

Sempre encontramos aquela figura que nos chamam atenção e que merece ser registrada através da imagem.

Já em casa, o agradecimento a Deus por nenhum imprevisto mais sério e com certeza, mais amizades conquistadas e as velhas, ainda mais firmes.



Simples assim, basta você se dispor e priorizar o que de fato te faz bem.

Para muitos parece um sacrifício, porém, não passa de uma forma diferente de fazer o bem a si mesmo e as pessoas que estão ao nosso redor, pois este esporte além de fazer bem ao corpo, faz muito mais bem a alma.

Experimente.

Um ótimo Natal a todos vocês e que em 2017 possamos reviver tantos momentos, quanto os que vivemos até aqui.

0 comentários:

Postar um comentário