Subscribe:

.


sexta-feira, 15 de julho de 2016

Melhorando o Desempenho na Pedalada

Aprendi ao longo da minha experiência com o uso da bicicleta que a busca para um melhor desempenho é um conjunto de muitos fatores. Quando falamos em melhorar o desempenho a primeira coisa que nos vem à mente é o condicionamento físico. Claro que melhorando o condicionamento físico o desempenho nas pedalas será uma consequência. Porém isto não basta! A melhoria do desempenho nas pedaladas caracteriza-se pela combinação de um conjunto de fatores. Por isto listo aqui alguns itens que devem ser levados em consideração:


O Ciclista

Condicionamento físico

 Há muitas atividades que podem colaborar com o seu condicionamento físico e consequentemente com o seu desempenho, tais como musculação, exercícios funcionais, pilates, corrida, natação, entre outros. Todos irão de alguma forma ajudar na melhora do desempenho em suas pedaladas.

Condicionamento mental

Os cuidados com o corpo certamente serão potencializados se você também der atenção ao aspecto psicológico. Em diversas modalidades esportivas, se observa que os aspectos físicos, técnicos e táticos estão cada vez mais semelhantes entre os competidores, sugerindo que o estudo das variáveis psicológicas torne-se um diferencial na busca pelo melhor resultado.

Alimentação

A alimentação adequada e nutricionalmente equilibrada é um dos fatores importantes e essenciais para a otimização do desempenho, sendo esse dependente e intimamente relacionado às características genéticas do esportista e/ou atleta, às condições de treinamento, além de aspectos psicológicos e ambientais diretamente ligados a esses fatores. Portanto, a nutrição pode melhorar a capacidade física, mas não assegura, isoladamente, um pico de desempenho da mesma. Além de todos esses fatores, deve-se levar em consideração a modalidade esportiva e características individuais do atleta como idade, sexo, peso, estatura, composição corporal, aptidão física e estado nutricional.

Dormir bem: É durante o período noturno que nosso corpo libera melatonina, um hormônio que regula nosso relógio biológico, induzindo ao sono. Na produção de hormônios durante o sono encontra-se o GH, o famoso “hormônio do crescimento”, cuja função é manter o tônus muscular, evitar acúmulo de gordura e melhorar o desempenho físico de uma forma geral. Dormir bem é tão importante quanto ter uma boa alimentação, ajustar seu colchão para as suas necessidades também é uma forma de garantir o máximo de descanso e desempenho muscular. Existem propostas que fazem uso consciente do período sono/ sonho para buscar uma programação neurolinguística.

Respiração: Respirar de forma inadequada faz com que o aporte de oxigênio seja insuficiente para o bom funcionamento do organismo durante o esforço no pedal. Quando isso ocorre, há prejuízo do desempenho, visto que as células utilizam o oxigênio para produzir energia e realizar a contração muscular. Há diversas técnicas sobre como respirar conscientemente e extrair o máximo dos gases que respiramos, aproveitando ao máximo o oxigênio durante o pedal e em todas atividades. Faça uma avaliação física. É de suma importância conversar e pedir orientação de profissionais especializados, tais como: fisioterapeuta, educador físico, nutricionista, ortopedista, entre outros. Procure por uma clínica médica especializada em esporte. Nestas clínicas a equipe médica é composta por diversos especialistas.


O Equipamento Além das condições que o praticante pode promover em si mesmo, no bom funcionamento de seu organismo, o uso de um bom equipamento também fará muita diferença no desempenho de sua pedalada. Neste tópico apresento detalhes dos equipamentos que uso, pois foram os mesmos que me inspiraram a escrever este artigo.

Bicicleta
É importante observar com cuidado as características da bicicleta, pois podem ajudar a melhorar o desempenho, como por exemplo: geometria do quadro, peso, qualidade dos componentes e peças, tipo de bicicleta adequado à prática, entre outros fatores. Quando comento que pratico ciclismo e pedalo longas distâncias, a grande maioria das pessoas imagina que tenho alguma capacidade muito especial para aguentar pedalar por muitas horas seguidas, pois elas têm uma experiência não muito confortável com suas bicicletas. Todas dizem se cansar facilmente depois de 30 minutos ou uma hora de pedala, falam a respeito do desconforto, dores que sentem causadas pela bicicleta. Uma bicicleta de má qualidade, no tamanho errado, e com geometria não correspondente ao seu físico, certamente causará ao ciclista um desconforto muito grande. A bicicleta não precisa ser a mais “top”, a mais cara, mas precisa ser no tamanho certo e no modelo certo a prática que pretende fazer.

No meu caso, como atleta amadora, uso uma bicicleta mais sofistica que me permite pedalar muitos quilômetros sem nenhum desconforto. (A minha maior distância pedalada sem interrupção, exceto para reabastecimento de líquidos e alimentação, foi de 313 Km). Atualmente uso uma Specialized Ruby Pro Disc. É uma bicicleta rápida e eficiente, em carbono FACT, com movimento central e enxertos Zertz que reduzem a vibração no quadro e do garfo, esta bicicleta foi concebida para cobrir longas distâncias com o máximo de controle, eficiência e conforto. Os trocadores Shimano Ultegra Di2 eletrônico proporcionam mudança sem esforço, além das rodas, também de carbono, Roval Rapide CL 40 e freio a disco. A Ruby é a bicicleta perfeita para Gran Fondo.

Roupas
As roupas de ciclismo (camisa, bermudas, etc) são desenvolvidas de forma a melhorar o desempenho do ciclista, iniciando pelo conforto, melhoria na aerodinâmica, ventilação. São confeccionadas com tecidos tecnológicos que secam rapidamente no caso de chuva, evaporam o suor evitando a proliferação de bactérias e consequentemente odores indesejados. Uso roupas da marca Specialized. O bacana da marca é que as roupas são confeccionadas de acordo com o estilo de pedalada e todas visam o conforto total movimento. Um detalhe importante é que o vestuário da Specialized vem com o DeflectUV, que protege sua pele contra os raios nocivos do sol além de detalhes incríveis, que ao ver, você se apaixonará facilmente por elas.

Acessórios

Capacete
Um item fundamental a segurança é Capacete. Capacetes leves e aerodinâmicos auxiliam no melhor desempenho da pedalada. Leias também: a importância do uso do capacete.

 Sapatilhas
As sapatilhas aumentam a segurança do ciclista, pois impedem que o pé se solte, aumenta o conforto, devido ao encaixe no pedal que proporciona o posicionamento correto dos pés, diminui dores nos joelhos e nas articulações. Pedalando com a sapatilha o movimento de compressão nos pedais é muito mais eficiente e é mantido durante todo o tempo da pedalada. Pedalar com sapatilha torna extremamente eficiente cada vetor de movimento. O solado rígido da sapatilha proporciona maior torque durante a fase de compressão do pedal e, a alavanca de força também é melhorada.

Pneus
Existe no mercado uma gama imensa de pneu específicos para o tipo de experiência que você espera na pedalada. O pneu faz muita diferença na velocidade e controle da pilotagem. Na minha Ruby uso o pneu Turbo Cotton Specialized é um pneu totalmente focado para uso em competições. É a combinação de estrutura de algodão, com cobertura de borracha de corrida gripton. A estrutura de algodão, muito mais macia aumenta a absorção de pequenos impactos e vibrações e faz com que a bike fique sempre em contato com o solo, aumentando muito a tração e diminuindo a perda de energia. Velocidade com muito controle. É o segundo pneu mais rápido mundo. Para saber mais veja o teste intenso que a Velonews fez com os principais pneus do mundo: http://velonews.competitor.com/where-the-rubber-meets-the-r

“Quanto pensar em melhoria de desempenho lembre-se que muitos aspectos podem e devem ser avaliados. Lembre-se que as partes não podem ser compreendidas separadamente do todo e o todo é diferente da simples soma das partes, pois o que importa é a relação entre as partes.”

Boas Pedaladas!

Fonte: Ciclo Femini - Por Claudia Franco

0 comentários:

Postar um comentário