Subscribe:

Parceiros

.


terça-feira, 31 de março de 2015

Henrique Avancini conquista o Pan-Americano de MTB na Colômbia

Seleção ainda teve Rubens Donizete na sexta posição da Elite e Cocuzzi em quarto na Sub-23


 A Seleção Brasileira de Mountain Bike pedalou forte no último dia de competições do Campeonato Brasileiro de Mountain Bike, encerrando a sua participação com uma brilhante vitória do ciclista Henrique Avancini na categoria Elite. A equipe brasileira ainda contou com a sexta posição de Rubens Donizete na Elite e o quarto lugar de Luiz Henrique Cocuzzi na Sub-23.

Os atletas competiram em um circuito localizado na cidade de Cota, na Colômbia, encarando uma altitude de 2.600 metros. O percurso foi divido da seguinte forma: Elite masculino, percorreu 7 voltas; Elite feminino, 5 voltas; Sub-23 masculino, 6 voltas; e Sub-23 feminino, 4 voltas. Cada volta tinha uma extensão de 3,4 quilômetros, onde os atletas passavam por várias subidas curtas e muito inclinadas, que acabavam quebrando bastante o ritmo da prova e aumentando o desgaste entre os competidores.


Largando na primeira fila, Henrique Avancini, que atualmente ocupa o posto de melhor atleta das Américas no ranking mundial (19ª posição), assumiu a liderança ainda nos primeiros quilômetros. Aos poucos, o brasileiro demonstrava superioridade e abria vantagem sobre os seus principais adversários, mesmo com o forte trabalho em equipe dos colombianos, que tentavam neutralizá-lo.

A partir da quinta volta, Henrique decidiu arriscar tudo e acelerar para a vitória, completando a prova isolado com 1h34min42s, acumulando 57 segundos de vantagem sobre o segundo colocado, Luis Anderson Mejia, da Colômbia, e 1min15s no terceiro, Héctor Leonardo Páez, também da Colômbia. Rubens Donizete ainda conquistou a sexta colocação para o Brasil.

“Tentei fazer uma prova cadenciada dentro do meu ritmo. Consegui assumir a liderança na metade da primeira volta, e aos poucos fui mantendo uma diferença aproximada de 20 segundos para os atletas perseguidores. Na terceira volta eles chegaram a tirar bastante tempo, mas no início da quinta volta arrisquei tudo e fiquei muito contente em trazer esse ouro para o Brasil, principalmente para superar aquele gostinho amargo que havia ficado ano passado, quando tive problemas na bicicleta e não consegui uma boa colocação competindo em casa. Esta prova, apesar de não ser o meu principal objetivo na temporada, é muito importante por estarmos em um ano pré-olímpico, e terminar com o ouro me deixa ainda mais motivado”, declarou Henrique Avancini.  

Para conquistar a vitória, Henrique Avancini, através do Projeto de Intercâmbio da CBC e do Programa Bolsa Pódio, do Governo Federal, desembarcou na Colômbia cerca de 20 dias antes da competição. Essa preparação especifica foi fundamental para alcançar a primeira colocação.

“A altitude é uma dificuldade a mais que encontramos. Mas se realizarmos uma boa preparação, também temos total capacidade de brigar de igual para igual contra qualquer atleta. Os tabus foram feitos para serem quebrados e essa vitória serviu para quebrarmos alguns deles”, completou o campeão.

Saldo positivo

Além da vitória do Henrique, a seleção ainda comemorou outros resultados muito importantes. Entre os ciclistas da Elite masculino, Ricardo Pscheidt terminou no 21º lugar, Sherman Trezza em 38º e Frederico Mariano em 39º.


Na disputa da Elite feminino, a melhor atleta da seleção foi Raiza Goulão, completando a prova na 10ª colocação. Erika Gramiscelli também fez uma boa prova e conquistou a 13º posição, seguida de perto por sua companheira Isabella Lacerda no 15º lugar. A vitória ficou com a mexicana Daniela Campuzano, seguida pelas americanas Erin Huck e Chloe Woodruff, segunda e terceira colocadas, respectivamente.

“Ficamos muito contentes com os resultados. Esse Pan foi uma referência de performance, pois os melhores atletas das Américas estavam presentes. Competir na altitude foi uma experiência importante para o Mundial que vamos disputar no mês de setembro, em Andorra”, comentou Carlos Polazzo, técnico da Seleção Brasileira de Mountain Bike.

Nova geração

Comprovando o excelente potencial brasileiro nas categorias de base, Luiz Henrique Cocuzzi voltou a ser destaque na prova de XCO, após ser campeão Pan-Americano na sexta (27), na prova de XCE.


O brasileiro mais uma vez demonstrou muito talento e completou a competição na quarta posição entre 45 pilotos. O campeão foi o americano Howard Grotts, com o colombiano Hilvar Malaver em segundo, e o americano Keegar Swenson em terceiro.

Além dos atletas da seleção, outros brasileiros também representaram o país nas provas de XCO Elite e Sub-23. Na elite competiram: Daniel Carneiro, 25º colocado; Daniel Grossi, 31º colocado; Marcelo Candido, 35º colocado; e Luana Machado, 33ª colocada no feminino.
Na Sub-23 foram três atletas: Guilherme Gotardello, 8º colocado; Gabriel Marques, 13º colocado; e Sofia Isabel, 15ª colocada.

ASSESSORIA DE IMPRENSA CONFEDERAÇÃO BRASILEIRA DE CICLISMO

Fotos: Maximiliano Blanco/CBC
Fonte: www.cbc.esp.br

0 comentários:

Postar um comentário