Subscribe:

Parceiros

.


terça-feira, 16 de abril de 2013

O MTBiker Brasileiro Henrique Avancini conquistou uma vitória histórica para o esporte brasileiro


Henrique Avancini (Caloi), venceu na manhã deste domingo (14/o4), a etapa de Munsingen da Bundesliga, campeonato alemão de Mountain Bike.

Essa é uma das corridas de MTB mais importantes do mundo. Com isso, Avancini se torna o primeiro brasileiro a conquistar uma etapa internacional de MTB válida para o ranking da União Ciclística Internacional (UCI).

Foto retirada o Facebook de Avancini
Vejam o relato que o ciclista fez da prova
Hoje conquistei a vitória mais impressionante da minha carreira. Venci a 26ª Bundesliga de Munsingen,Alemanha, uma das clássicas de primavera do MTB internacional. O nível estava absurdamente alto. Mesmo largando como 52° do ranking mundial, alinhei somente na terceira fila. Larguei muito bem e consegui entrar no primeiro single-track na 6ª colocação. No meio da primeira volta ataquei(!) em uma subida para entrar na parte mais técnica do circuito. Mantive a liderança e fechei a primeira volta na frente. 
Eu estava tão bem que acabei partindo o pelotão e formando um grupo de 4 atletas. Na segunda volta o holandês Rudi Van Houts da Multivan-Merida atacou e somente eu consegui acompanhá-lo. Eu ditei o ritmo a maior parte do tempo e no final da segunda volta fomos alcançados pelo espanhol José Hermida. Me mantive com eles e puxava o nosso trio a maior parte do tempo. Um grande grupo perseguidor formado por grandes nomes como os franceses Maxime Marrote e Stephane Tempier, os suiços Fabian Giger(atual 4° colocado do ranking UCI) e Thomas Litscher, o sueco Emil Lindgrem e outros grandes nomes nos seguiam de muito perto.
Fomos mantendo a liderança e a cada volta me sentia mais confiante.
Na 6ª das sete voltas comecei a fazer alterações de ritmo e percebi que a dupla da Merida não estava tão confortável e que eu poderia não só me manter junto deles, mas também poderia tentar algo maior. Abrimos a última volta e esperei para lançar somente um ataque que pudesse separá-los. Ataquei no meio da volta e Rudi Van Houts perdeu o contato. Agora era só eu e o grande José Hermida. Mantive a calma e a concentração e não deixei a emoção de estar na frente de uma super estrela me abalar. 
Fiz mais um ataque e percebi que ele tinha perdido alguns poucos metros. A cada seção técnica eu me mantinha rápido e concentrado e então atacava nas partes mais abertas para tetar abrir alguma diferença. Eu abria cerca de 10-15 metros e era alcançado. A parte final do circuito era mais estreita e com muitas curvas e eu sabia que seria difícil ser ultrapassado ali. Então diminuí o ritmo e quando saímos na reta de chegada arranquei com tudo que podia para me tornar o vencedor de uma das grandes provas da Europa. Foi realmente incrível e mágico. Eu fiquei fora de mim por alguns minutos. 
O Pódio foi formado só por estrelas com Hermida(ESP), Van Houts(HOL), Fabian Giger(SUI) e Maxime Marrote (FRA), mas tinha um desconhecido no degrau mais alto com a camisa da Caloi, e representando o Brasil… 
Com certeza saí da prova com uma grande vitória, porém mais do que isso, provei para mim mesmo que: SIM, É POSSÍVEL! 
Agradeço à Deus pela vitória e por ter colocado em minha vida pessoas tão importantes que fazem toda a diferença não só na minha carreira, mas também em minha vida. 
Essa é pra vocês!

0 comentários:

Postar um comentário